Carlo Cignani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Carlo Cignani
Nascimento 15 de maio de 1628
Bolonha
Morte 8 de setembro de 1719 (91 anos)
Forlì
Sepultamento Forli cathedral
Cidadania Estados Papais
Filho(s) Felice Cignani
Ocupação pintor
Movimento estético barroco

Carlo Cignani (1628 – 1719) foi um pintor italiano, cujo estilo inovador, íntimo e reflexivo, foi antecessor das obras de Guido Reni e Guercino, bem como de Simone Cantarini. Seu estilo gentil foi uma quebra na maneira mais enérgica de classicismo primitivo da Escola de Bolonha.[1]

Nasceu em Bolonha e estudou com Battista Cairo[2] e, mais tarde, com Francesco Albani.

Foi fortemente influenciado por Correggio e Melozzo da Forlì. Em 1681, Cignani saiu de Parma e voltou para Bolonha, quando abriu a accademia del nudo trabalhando com pinturas que utilizavam modelos e um de seus alunos foi Giuseppe Maria Crespi. Em 1686, mudou-se para Forlì, onde morreu.

Quando a Accademia Clementina para artistas de Bolonha foi fundada em 1706, Cignani foi postumamente eleito Principe in absencia de forma vitalícia. Seu filho, Felice Cignani (1660–1724), e sobrinho, Paolo Cignani (1709–1764), também foram pintores. Seus alunos mais famosos foram Marcantonio Franceschini, Federico Bencovich, Giacomo Boni, Andrea e Francesco Bondi, Giovanni Girolamo Bonesi, Girolamo Domini, Pietro Donzelli, Francesco Galli, Bonaventura Lamberti, Matteo Zamboni, Camilla Lauteri, Stefano Maria Legnani, Charles Lucy (1692 - 1767), Francesco Mancini, Paolo Antonio Paderna.,[3] e Sante Vandi.[4]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Dwight C. Miller. "Cignani, Carlo." Grove Art Online. Oxford Art Online. Oxford University Press. 25 de dezembro de 2016
  2. Possivelmente, Giovanni Battista Cairo, pai de Francesco Cairo.
  3. *Hobbes, James R. (1849). Picture collector's manual adapted to the professional man, and the amateur. [S.l.]: T&W Boone, 29 Bond Street; Digitalizado por Googlebooks. pp. 51–52 
  4. Dizionario degli architetti, scultori, pittori, intagliatori d'ogni, por Stefano Ticozzi, p. 449, 1832

Links Externos[editar | editar código-fonte]

  • Spike, John T. (1986). Centro Di, ed. Giuseppe Maria Crespi and the Emergence of Genre Painting in Italy. Fort Worth: Kimball Museum of Art. pp. 14–15 
  • Ippolito, Zanelli (1722). Vita del Gran Pittore Cavalier Carlo Cignani. Bologna: Nella Stamperia di L. dalla Volpe 
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Carlo Cignani

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.