Casamento de Maria (Campin)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


O Casamento de Maria
Autor Robert Campin
Data 1420-1430
Técnica óleo sobre madeira
Dimensões 77 cm  × 88 cm 
Localização Museu do Prado, Madrid

O Casamento de Maria é uma pintura a óleo sobre madeira de cerca de 1420-1430 do pintor flamengo Robert Campin (Valenciennes, 1375 - Tournai, 1444) que está atualmente no Museu do Prado de Madrid.[1]

A pintura representa os episódios evangélicos do Novo Testamento da escolha do noivo e do Casamento de Maria e José.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A obra, de forma similar à da Anunciação do mesmo autor que está também do Museu do Prado, tem dois cenários, um gótico em primeiro plano e um românico mais atrás e à esquerda.

Neste, um espaço circular coberto com uma cúpula, está representado o milagre da haste florida pelo qual José foi escolhido para casar com Maria. A decoração deste edifício, os vitrais, os capiteis e tímpanos, mostram cenas do Antigo Testamento que antecipam ou anunciam episódios do Novo Testamento, como o sacrifício de Isaac prenunciando a Redenção de Cristo e que também pode ser vista na Anunciação.

No pórtico gótico é representado o casamento de Maria e José como que anunciando a chegada da Nova Era.

No reverso do Casamento de Maria, estão pintadas em conjunto pelo mesmo autor, em grisalho e ao modo de esculturas, as figuras de Santa Clara e S. Tiago (em Galeria)

História[editar | editar código-fonte]

A obra, que mistura o exotismo do gótico internacional e o naturalismo dos flamengos, foi durante algum tempo atribuida a Rogier van der Weyden.

Chegou ao Mosteiro do Escorial em 1584 tendo sido transferido para o Museu do Prado em 1839.[2]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Página do Museu do Prado sobre a obraː[1]
  2. Ficha da obra na página na Net do Museu do Prado