Catarina Ivanovna da Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Catarina Ivanovna
Tsarevna da Rússia
Catherine Ioannovna of Russia duchess of Mecklenburg-Schwerin.jpg
Catarina Ivanovna
Duquesa de Meclemburgo-Schwerin
Reinado 19 de abril de 1716 - 1728
Antecessor(a) Sofia Carlota de Hesse-Cassel
Sucessor(a) Gustava Carolina de Meclemburgo-Strelitz
 
Cônjuge Carlos Leopoldo de Meclemburgo-Schwerin
Descendência Isabel Carolina de Meclemburgo-Schwerin
Casa Romanov (por nascimento)
Meclemburgo-Schwerin (por casamento)
Nascimento 20 de outubro de 1691
  Moscou, Rússia
Morte 14 de junho de 1733 (41 anos)
  São Petersburgo, Rússia
Enterro Mosteiro de São Alexandre Nevsky, Nevsky Prospekt, São Petersburgo
Pai Ivan V da Rússia
Mãe Praskovia Saltykova

Catarina Ivanovna da Rússia (Moscou, 20 de outubro de 1691São Petersburgo. 14 de junho de 1733) foi uma filha do czar Ivan V da Rússia e de Praskovia Feodorovna Saltykova, bem como mãe da grã-duquesa Ana Leopoldovna, regente da Rússia.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Catarina era sobrinha do czar Pedro, o Grande e irmã da imperatriz Ana da Rússia. Teria sido ela a imperatriz, sendo mais velha do que Ana, mas o conselho temia que o seu marido, Carlos Leopoldo de Meclemburgo-Schwerin, ganhasse influência da Rússia e por isso escolheram a viúva Ana.

Catarina foi descrita como uma beleza pálida, de cabelos negros e de baixa estatura, fazendo sucesso na sociedade pelo seu charme e à-vontade. Casou-se em 1716 em Danzigue com o duque de Meclemburgo-Schwerin, Carlos Leopoldo, que tinha proposto casamento primeiro à sua irmã Ana, mas Pedro I acabou por escolher Catarina para o lugar. O casamento criou uma aliança política entre a Rússia e Meclemburgo contra a Suécia que foi muito vantajosa para Pedro, visto que pôde usar o porto de Meclemburgo para ancorar a sua frota.

O casamento foi infeliz uma vez que Carlos maltratava Catarina ao ponto de esta ter fugido para a Rússia em 1722 com a sua filha. O casal nunca se divorciou oficialmente, mas não se voltou a ver desde este episódio.

No dia 12 de Maio de 1733, Catarina estava presente quando a sua filha se converteu à religião ortodoxa, mudando o nome para Ana Leopoldovna, tornando-a assim ilegível para o trono. Catarina morreu um mês depois.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Casa Fedorchenko de Romanov. Enciclopédia das biografias. - M.: OLMA Press, 2003. - 384. - (. Retratos Hroniki. Biografias). - 5 000. - ISBN 5-7867-0097-6
  • Cartas ao hetman Ivan Ilitch Skoropadsky das princesas Catarina e Isabel Ivanovna, e da rainha Catarina Alekseevny / / Leitura na Sociedade Imperial de História Russa e Antiguidades, 1848. - Kn. 1. - Div. 5. - S. 105-108.
  • Disposição das famílias princesas Catarina Ivanovna e Praskovia Ioannovna / Arquivo da Rússia de 1865. - Ed. 2-E. - M., 1866. - STB. 323-330.


Precedida por:
Sofia Carlota de Hesse-Cassel
Duquesa consorte de Meclemburgo-Schwerin
19 de abril de 1716 - 1728
Sucedida por:
Gustava Carolina de Meclemburgo-Strelitz
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Catarina Ivanovna da Rússia