Catedral de São Marcos de Arica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Catedral de São Marcos de Arica
Catedral de San Marcos de Arica.JPG
Apresentação
Tipo
Diocese
Estilo
Arquiteto
Estatuto patrimonial
Monumentos Nacionais do Chile
Monumento Histórico do Chile (d) ()Visualizar e editar dados no Wikidata
Localização
Endereço
Coordenadas

A Catedral de São Marcos de Arica é uma obra arquitetônica que se localiza na cidade de Arica. A construção foi encarregada pelo presidente peruano José Balta nos moldes do francês Gustave Eiffel e originalmente destinada para o balneário de Ancón.

A antiga Igreja Matriz de Arica que esteve em pé por 226 anos desde a colônia, foi destruída pelo terremoto de 1868 e pelo um comitê de damas de Arica realiza o pedido a Balta para que essa construção seja destinada a Arica. O pedido foi aceito e a edificação foi inaugurada em 1876 sobre os escombros da Igreja Matriz.

Em 1880, a cidade de Arica passa a ser ocupada militarmente pelo Exército do Chile, mas até inícios do século XX, a paróquia de Arica seguiu dependendo da diocese de Arequipa segundo o que havia disposto a Santa Sé. Em 27 de fevereiro de 1910 o intendente de Arica, Máximo Lira, decreta a expulsão de Juan Vitaliano Berroa, pároco de Arica e Juan Gualberto Guevara, seu auxiliar, por ser peruanos substituí-los por capelães militares chilenos.

Foi declarada Monumento Nacional em 4 de outubro de 1984. É uma obra inspirada no estilo gótico, quando na Europa se aplicava materiais metálicos. A estrutura é completamente metálica, exceto suas duas portas de madeira. Seu patrono, São Marcos, é celebrado a cada 25 de abril, data da fundação espanhola da cidade. Localiza-se entre as ruas San Marcos, Yungay e Bolognesi, frente a Praça Colón.

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Catedral de São Marcos de Arica