Chi sao

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Dezembro de 2008). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Chi sao (português: mãos pegajosas) é uma técnica do wing chun e seu principal exercício. Consiste em um treinamento dos reflexos e sensibilidade do tato para aprender a detectar, redirecionar e utilizar a força do oponente.[1] Trata-se de um treino de sensibilidade utilizando o que os chineses chamam de ponte. O objetivo é atacar e defender ao mesmo tempo, sem chance de defesa para o oponente.

A melhor técnica do Chi Sao é denominada "um domina dois", onde um braço domina dois braços do companheiro de treino.

Etapas[editar | editar código-fonte]

É importante assinalar que há várias etapas no chi sao:

  • Praticar com uma mão somente
  • Praticar com as duas mãos e com movimentos redondos
  • Praticar com movimentos redondos e em alguns momentos, agarramentos leves
  • Atacar pelos intervalos entre os braços e o companheiro exercitar as defesas
  • Atacar com braços e pernas (chi gerk).

Referências

  1. «Chi Sau: What's Behind Sticky Hand Training». Wingchunlife.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2013.