Christian Morgenstern

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Christian Otto Josef Wolfgang Morgenstern
Christian Morgenstern.

Christian Otto Josef Wolfgang Morgenstern (Munique, 6 de maio de 1871Merano, 31 de março de 1914) foi um poeta e escritor alemão, autor de versos em estilo nonsense. Trabalhou como jornalista em Berlim, embora tenha passado parte de sua vida preocupado com sua saúde, viajou pela Itália, Alemanha e Suíça. Embora tenha falhado em sua missão, entrou em contato com muitos autores e figuras filosóficas de seu tempo.[1]

Um de seus poemas mais conhecidos tinha uma mescla metafísica ao humor nonsense, como visto em 'Vice Versa', (1905):

Morgenstern faleceu em 1914 por tuberculose, o qual contraiu de sua mãe, falecida em 1881.

Trabalhos reunidos[editar | editar código-fonte]

  • Volume 1: Lyrik 1887–1905, ed. Martin Kiessig, 1988.
  • Volume 2: Lyrik 1906–1914, ed. Martin Kiessig, 1992.
  • Volume 3: Humoristische Lyrik, ed. Maurice Cureau, 1990.
  • Volume 4: Episches und Dramatisches, eds. Reinhardt Habel and Ernst Kretschmer, 2001.
  • Volume 5: Aphorismen, ed. Reinhardt Habel, 1987.
  • Volume 6: Kritische Schriften, ed. Helmut Gumtau, 1987.
  • Volume 7: Briefwechsel 1878–1903, ed. Katharina Breitner, 2005.
  • Volume 8: Briefwechsel 1905–1908, ed. Katharina Breitner, 2011.
  • Volume 9: Briefwechsel 1909–1914 (in preparation)
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Christian Morgenstern

Referências

  1. «Christian Morgenstern | German poet». Encyclopedia Britannica (em inglês) 
Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Christian Morgenstern

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Michael Bauer: . Piper, München 1933 (completed by Margareta Morgenstern and Rudolf Meyer. With contributions by Friedrich Kayssler and others). (Reprint 1985, Urachhaus, Stuttgart).
  • Martin Beheim-Schwarzbach: . Rowohlt, Reinbek 1964, ISBN 3-499-50097-3 (Rowohlts Monographien, Band 97)
  • Maurice Cureau: . Peter Lang, Bern 1986.
  • Herbert Gumtau: . Colloquium, Berlin 1971.
  • Reinhardt Habel: Morgenstern, Christian. In: Neue Deutsche Biographie (NDB). Band 18, Duncker & Humblot, Berlin 1997, ISBN 3-428-00199-0, S. 104–108 (Digitalisat).
  • Reinhardt Habel: "Christian Morgenstern and Rudolf Steiner", https://www.academia.edu/7484899/Reinhardt_Habel._Christian_Morgenstern_and_Rudolf_Steiner
  • Ueli Haldimann (Hrsg.): Hermann Hesse, Thomas Mann und andere in Arosa – Texte und Bilder aus zwei Jahrhunderten, AS Verlag und Buchkonzept AG, Zürich 2001, pp. 65–71, ISBN 3-905111-67-5
  • Anthony T. Wilson: Über die Galgenlieder Christian Morgensterns. Königshausen und Neumann (= Epistemata – Würzburger wissenschaftliche Schriften. Reihe Literaturwissenschaft, Bd. 448), 2003, ISBN 978-3-8260-2490-0.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Christian Morgenstern