Cisto sinovial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Cisto sinovial (português brasileiro) ou Quisto sinovial (português europeu) é uma espécie de dilatação patológia da membrana sinovial de algum tendão que armazena a sinóvia, um líquido lubrificante que permite um melhor deslizamento dos tendões, dentro de suas respectivas bainhas. Por trauma, lesão de esforço repetitivo, podem aparecer em vários locais, mas é bastante comum no punho. O tratamento pode ser fisioterapia, acupuntura, cirurgia ou uso de corticóide. Quando muito grande pode causar dores .

Cisto no punho esquerdo

Causa[editar | editar código-fonte]

A real causa do cisto sinovial ainda é desconhecida. A patogenia dos cistos é obscura, e a revisão da literatura é confusa. Desde Hipócrates, o primeiro a relatar como forma de nós o tecido contendo carne mucóide, numerosas teorias especulativas, com pouco embasamento científico, têm sido relatadas (Silva, 1993). Isso se tornou particularmente importante nos séculos XVIII e XIX, quando os anatomistas sugeriram hipóteses, dentro as quais se citam: herniação sinovial ou ruptura da bainha tendínea (Eller, 1746); tecido embrionário residual (Hoeftman, 1876); novo crescimento da membrana sinovial (Henle, 1847); modificação da bolsa ou cistos degenerativos (Vogt, 1881). Atualmente, a teoria mais aceita é a da degeneração mucóide, que foi descrita em 1882 por Edderhouse e popularizada anos depois por Carp e Stout. O cisto é formado por fluido sinovial, translúcido.

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Nos casos indolores, o cisto pode ser apenas observado.

O uso de tala é recomendado para manter o punho em repouso (principalmente durante a noite).

A punção do cisto com uma agulha para esvaziá-lo pode ser uma solução temporária; o cisto torna-se menos tenso e doloroso, mas ele geralmente reaparece em dias ou semanas. O uso concomitante de uma substância (cortisona), de ação local, irritante que promove um efeito “selante” na falha da capa do punho e diminui a inflamação pode ser uma alternativa, acrescido do uso de tala por duas semanas, mas assim mesmo, ocorre falha em cerca de 70% dos casos.

Casos resistentes são tratados de forma cirúrgica.

No método aberto, é realizado uma incisão transversa no dorso do punho, é necessário afastar os nervos e tendões e chegar à raiz do cisto. A abordagem muito superficial, retirando apenas a capa superior do cisto, era responsável pela recidiva do cisto após a cirurgia.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cisto sinovial