Clark L. Hull

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Clark L. Hull
Nascimento 24 de maio de 1884
Nova Iorque
Morte 10 de maio de 1952 (67 anos)
New Haven
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação psicólogo
Empregador Universidade Yale, Universidade de Wisconsin-Madison

Clark Leonard Hull (Akron, 24 de maio de 1884New Haven, 10 de maio de 1952) foi um influente psicólogo norte-americano. Estudou nas Universidades de Michigan e Wisconsin.

Doutorou-se nesta última em 1918 onde foi professor até 1929. Inspirando-se em Pavlov e Watson desenvolveu as concepções behavioristas clássicas fazendo intervir variáveis intermédias entre o estímulo e a resposta. Considerava que no processo de aprendizagem a variável intermédia seria a motivação. A sua concepção poderia ser expressa pela fórmula: Potencial de Reação = (Força do hábito x Impulso x Motivação) - Inibição. A aprendizagem seria assim um processo resultante de uma cadeia de condicionamentos em que o reforço, motivação, (encarado como a redução das necessidades) desempenha um papel fundamental. Assim não poderia haver aprendizagem sem motivação.

Considerava que, para além dos métodos tradicionais utilizados pela psicologia - observação, observação sistemática e método experimental, se deveria recorrer a métodos formais, isto é, deveriam ser introduzidos modelos matemáticos. Chegou a descrever processos de aprendizagem através de equações matemáticas.

Ele é talvez mais conhecido pelo efeito "gradiente de meta" ou hipótese, em que os organismos gastam quantidades desproporcionais de esforço nos estágios finais de obtenção do objetivo dos impulsos. Devido à falta de popularidade do [behaviorismo] em contextos modernos, ele é pouco referenciado hoje ou colocado entre colchetes como obsoleto.[1] No entanto, uma pesquisa da '[Review of General Psychology]' ', publicada em 2002, classificou Hull como o 21º psicólogo mais citado do século XX.[2]

As suas concepções estão expostas na sua vasta obra da qual se pode destacar: Principles of Behavior, The Essentials of Behavior e A Behavior System.

Clark Hull também foi orientador de Milton Erickson.[carece de fontes?]

Referências

  1. The Goal-Gradient Hypothesis Resurrected: Purchase Acceleration, Illusionary Goal Progress, and Customer Retention Ran Kivetz, Columbia University
  2. Haggbloom; Steven J., Renee; Warnick, Jason E.; Jones, Vinessa K.; Yarbrough, Gary L.; Russell, Tenea M.; Borecky, Chris M.; McGahhey, Reagan; Powell, John L., III; et al. (2002). «The 100 most eminent psychologists of the 20th century». Review of General Psychology. 6 (2): 139–152. doi:10.1037/1089-2680.6.2.139