Clube de Regatas Tietê

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tietê
Clube de Regatas Tietê - Logo.jpg
Nome Clube de Regatas Tietê
Fundação 1907
Localização São Paulo,  Brasil
editar

Clube de Regatas Tietê foi um clube desportivo brasileiro da cidade de São Paulo, fundado em 1907.[1]

Símbolo da elite paulistana[editar | editar código-fonte]

Dia de festa no Tietê

O Clube Tietê, em seus melhores momentos (década de 1970) teve mais de 35 mil sócios e em anos anteriores,[2] o clube deu guarida a uma série de esportistas bem-sucedidos, como o nadador Abílio Couto, a tenista Maria Esther Bueno ou a nadadora Maria Lenk.

Travessia de São Paulo[editar | editar código-fonte]

O clube criou, a partir de 1924, a travessia a nado no Rio Tietê, tornando-se um evento tradicional[3] por longos anos. O percurso era de de 5,5 quilômetros, iniciando na Ponte da Vila Maria até o Espéria, na Ponte Grande. Em 1935, 1936 e 1947, a disputa foi vencida pelo jovem João Havelange (que mais tarde tornou-se presidente da Fifa). Em sua última participação, em 1948, ele contraiu tifo negro e ficou dois anos internado. Em 1972, as regatas foram transferidas para a raia olímpica da USP.

Futebol[editar | editar código-fonte]

O Clube registrou sua importância também no futebol, que remonta o ano de 1935, quando comprou o São Paulo da Floresta, que havia sido campeão paulista em 1931, passando a se chamar Tietê-São Paulo e contava com grandes jogadores, como Arthur Friedenreich. Devido a problemas financeiros, alterou seu nome para Independente Esporte Clube, mas acabou desistindo das competições futebolísticas, ainda na década de 1930.

Ancouradouro do clube em 1930

Declínio e fim[editar | editar código-fonte]

Dono de uma dívida de mais de R$ 25 milhões, o clube fechou as portas em 2012, após uma tentativa de sanar algumas dívidas com o empréstimo de seu terreno para a prefeitura municipal, porém, este contrato foi finalizado em 2009 e não renovado.[4]

Últimos dias do CRT

No dia 26 de abril de 2012, a justiça de São Paulo determinou a devolução do terreno de mais de 50 mil metros quadrados à prefeitura. A área administrada pela prefeitura, por meio do Decreto 53.832/2013, transformou-se em centro esportivo municipal: o Centro Esportivo e de Lazer Tietê, inaugurado em 2014, com custo estimado em R$ 14 milhões.[1]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Campeonato Paulista de Remo 17

1939,1940,1941,1942,1943,1945,1946,1947,1948,1949,1950,1951,1955,1959,1960,1961,1962

Campeonato de Remo do Estado de São Paulo (yole franches a 4 remos) 4

1929, 1940,1941,1942.

Campeonato Paulistano de Remo (Classe Q) 8

1920, 1931, 1933, 1934, 1935, 1940, 1942,1943.

Regata Fita Azul do Remo Brasileiro 1

1965 Masculino

Campeonato Paulista de Basquete Masculino 1

1930

Referências

  1. a b Reabertura do Clube Tietê marca Virada Esportiva neste fim de semana, Site do Município de São Paulo, consultado em 1 de fevereiro de 2015 
  2. Racismo no Tiete, mas foi pontual Folha de S.Paulo - acessado em 23 de fevereiro de 2015
  3. Travessia de São Paulo a Nado FCL - acessado em 23 de fevereiro de 2015
  4. Clube Tietê será reaberto neste sábado na Zona Norte de SP Site Globo.com - acessado em 23 de fevereiro de 2015

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.