Cobra Norato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cobra Norato
Autor (es) Raul Bopp
Idioma Português
País Brasil
Género Poesia
Editora Brasil
Lançamento 1931
ISBN 54878
Cronologia
Último
(nenhum)
Urucungo
Próximo

Cobra Norato é o primeiro livro de poesias do poeta modernista brasileiro Raul Bopp e a obra-prima deste, publicado em 1931.

Inspirado no movimento antropofágico, trata-se de um drama épico e mitológico situado nas selvas da Amazônia. Seus poemas de verso livre incorporam elementos do folclore e da fala regional, fundindo imagens originais com o ritmo tenso, sintético, sincopado, quase telegráfico[1].

O herói da história deseja casar-se com a filha da Rainha Luzia e, para isso, mata a Cobra Norato e veste sua pele para percorrer melhor os caminhos amazônicos, cuja fauna e flora são descritas. Norato consegue vencer os obstáculos da floresta e, no final, rouba a sua amada da Cobra Grande.

Referências

  1. Análises completas Cobra Norato, de Raul Bopp
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.