Coding Dojo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde junho de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde junho de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde junho de 2016).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde junho de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Coding Dojo no Garoa Hacker Clube

Coding Dojo é um método de aprendizagem para desenvolvimento de projetos em computação, utilizado em universidades, eventos de computação, empresas e hackerspaces.[1][2][3][4]

Nessa dinâmica, todas as pessoas constroem juntas a solução, alternando a posição reflexiva da platéia com as posições mais ativas dos pilotos, construindo a partir do trabalho acumulado dos pilotos anteriores.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Inspirado nas práticas dos dojos de artes marciais japonesas, um Coding Dojo inicia-se tipicamente com o seguinte arranjo:[5][6][7]

  • ao menos um computador conectado a um projetor
  • uma tela de projeção que todos possam ver
  • um piloto, um copiloto e um mestre
  • demais participantes em platéia

O mestre oferece um desafio ao grupo. O piloto, sentado ao computador, é a única pessoa que pode utilizá-lo para concluir o desafio. O copiloto permanece ao seu lado, mas somente para observar o piloto em ação e oferecer indicações. Todos os demais observam e podem discutir entre si e com o copiloto e o piloto.

Qualquer um pode ainda fazer perguntas ao mestre, mas este só pode responder com outra pergunta.

Independente do desafio ser resolvido, a cada cinco minutos o atual piloto volta à platéia, o copiloto torna-se o próximo piloto, e alguém da platéia assume como copiloto.

Por fim, a cada desafio cumprido, o mestre oferece um outro, ligeiramente mais complexo.

O dojo pode ser organizado também com apenas dois participantes, ou em grupos de dois participantes, quando não há necessidade de projetor. Também chamada programação em pares, nessa forma os participantes alternam-se nas funções de piloto e copiloto.

Uma ênfase dos dojos são os passos de bebê, garantindo que todos os participantes estejam acompanhando todo o progresso. Outra ênfase pode ser no desenvolvimento orientado a testes (Test Driven Development).

Referências

  1. DUG-RS promove Delphi Coding Dojo, Baguete, visitado em 2014-06-20
  2. Programação #ArenaNETmundial, PlanejaSampa, visitado em 2014-06-20
  3. Dojo iM: Especial #AdaLovelaceDay, iMasters, visitado em 2014-06-20
  4. Fazendo o meu próprio coding dojo controller, iMasters, visitado em 2014-06-20
  5. «O que é Coding Dojo?». Florianópolis: petcomputacao.paginas.ufsc.br. 15 de maio de 2014. Consultado em 22 de junho de 2016. Arquivado do original em 15 de maio de 2014 
  6. Pollice, Gary (2011). «Coding Dojo». web.cs.wpi.edu (em inglês). Dept. Computer Science, Worcester Polytechnic Institute. Consultado em 22 de junho de 2016 
  7. Vailati, Tiago (16 de novembro de 2010). «Aprenda mais com Coding Dojo -». imasters.com.br. Consultado em 22 de junho de 2016 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre computação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.