Comuna Clarão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A "Comuna Clarão" foi a segunda comunidade anarquista dirigida por António Gonçalves Correia, logo depois da sua saída da prisão em 1926. Ficava localizada em Albarraque, e tinha como objectivo declarado pôr em prática um ideal de vida alternativo, dedicando-se à floricultura, à horticultura, e assumindo-se também, depois de 1926, como foco de resistência à ditadura, servindo mesmo de esconderijo a muitos perseguidos.

Também aqui as coisas nem sempre correram bem para Gonçalves Correia que entrou em desacordo com alguns companheiros, porventura menos honestos e menos coerentes com os ideais proclamados de fraternidade e tolerância.

Tal como a primeira criada por ele (a Comuna da Luz) extingue-se, contudo por outras razões manifestamente distintas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal Portal da Anarquia