Coworking

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Coworking, cotrabalho, trabalho colaborativo ou trabalho cooperativo, é um modelo de trabalho que se baseia no compartilhamento de espaço e recursos de escritório, reunindo pessoas que não trabalham necessariamente para a mesma empresa ou na mesma área de atuação, podendo inclusive reunir entre os seus usuários os profissionais liberais, empreendedores e usuários independentes.

É uma maneira utilizada por muitos profissionais autônomos para solucionar o problema de isolamento do modelo de trabalho conhecido como teletrabalho. Além disso é um ótima alternativa para aumentar sua produtividade e fazer novos contatos de negócios através do networking.

Pessoas e empresas usuárias de coworking também utilizam este modelo de trabalho para estabelecer relacionamentos de negócios onde oferecem e/ou contratam serviços mutuamente. Alguns destes relacionamentos também visam favorecer o surgimento e amadurecimento de ideias e projetos em equipe.

Um serviço já ofertado em Escritórios Virtuais e que hoje está mais difundido. As práticas de conduta do coworking fazem com que este modelo se aproxime mais ao modelo das cooperativas, onde o foco não está apenas no lucro, mas também na sociedade.

Uma tendência que está modificando a forma com que empresas e empreendedores trabalham, compartilham e relacionam entre si. Em um coworking você encontra estrutura bem planejada e pensada para o trabalho autônomo e coletivo. Tem a oportunidade de manter e aumentar o networking com pessoas de diversas áreas e estilos. Pode aumentar a sua produtividade, já que os ambientes e as trocas feitas no espaço são propícios para isso. E tudo isso de maneira mais sustentável e econômica![1]

História[editar | editar código-fonte]

O termo coworking foi criado por BernieDeKoven em 1999[2] e em 2005 usado por Brad Neuberg para descrever um espaço físico, primeiramente chamado de “9 to 5 group"[3].

Neuberg criou o Hat Factory, um espaço de coworking baseado em São Francisco, um apartamento onde trabalhavam 3 profissionais de tecnologia e que abria suas portas durante o dia para “avulsos” que precisavam de um lugar para trabalhar e queriam compartilhar experiência[carece de fontes?]. Hoje, existem aproximadamente 6 000 espaços de cotrabalho no mundo,[4] em 6 continentes.

Grande parte dos espaços de coworking existentes hoje foram fundados por empreendedores "nômades" de tecnologia, que buscavam locais de trabalho alternativos aos cafés e às suas próprias casas.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil existem 1497 espaços de coworking ativos, crescendo 25% em relação a 2018, segundo a edição 2019 do censo[5] do portal Coworking Brasil. O Estado de São Paulo ocupa o topo da lista de regiões com maior número de espaços de trabalho – abriga sozinho 663 espaços. [6]

Várias iniciativas estão surgindo no mercado brasileiro para ajudar com que mais pessoas conheçam o termo e experimentem esse novo modelo de trabalho. Seja através de eventos ou até mesmo experimentar um dia de trabalho gratuito nesses espaços. Onde empreendedores e empresas estão utilizando o coworking no Brasil, seguindo a tendência do futuro do trabalho. [7]

Existem diversas modalidades de coworkings no Brasil, dentre os mais comuns estão os coworkings privados, que são mais conhecidos e são a maioria dos espaços de trabalho compartilhado no Brasil, e os coworkings públicos, um novo modelo de coworking que surgiu no Brasil em 2017.[8]

Coworking público no Brasil[editar | editar código-fonte]

ItabiraHUB - Imagem do espaço de trabalho do 1º coworking público de Minas Gerais.

Em 2017, duas cidades brasileiras criaram um coworking público para atender as necessidades dos empreendedores, Itabira e Curitiba, com seus respectivos ecossistemas, Vale do Conhecimento e Vale do Pinhão. O Worktiba nasceu no dia 22 de março de 2017 sendo o primeiro coworking público do Brasil[8] e logo depois, no dia 31 de maio de 2017, foi criadop o ItabiraHUB como o segundo coworking público do Brasil e o primeiro do estado de Minas Gerais[9]. Em 29 de janeiro de 2018 foi criado o Acessa Campus, o terceiro coworking público do Brasil e primeiro de São Paulo.[10]

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal existem 183 espaços de coworking ativos (dados de Outubro de 2020)[11]. Lisboa ocupa o topo da lista com o maior número de espaços.

Benefícios do coworking[editar | editar código-fonte]

Os escritórios de coworking são opções para profissionais que desejam sair de escritórios residenciais, ou para empresas que procuram se instalar em locais com estrutura qualificada. Quando alguém começa a empreender, uma das principais dúvidas que podem surgir é sobre o local onde vai iniciar seu novo negócio. A maioria destes novos empreendedores, estabelece seu empreendimento em sua própria casa, no que é conhecido como home office [12]

Referências

  1. «BeerOrCoffee | O que é Coworking?». BeerOrCoffee Coworking Spaces. Consultado em 13 de dezembro de 2017 
  2. Deep Fun. «Here's Bernie». Bernie DeKoven. Consultado em 1 de Abril de 2015 
  3. Coding in Paradise. «The Start of Coworking (from the Guy that Started It)». Brad Neuberg. Consultado em 1 de Abril de 2015 
  4. DeskMag. «The Coworking Forecast 2014» (em inglês). Consultado em 1 de Abril de 2015 
  5. «Censo Coworking Brasil 2018». Coworking Brasil 
  6. Anderson Costa (Abril de 2015). «Censo Coworking Brasil 2015». Coworking Brasil. Consultado em 1 de Abril de 2015 
  7. Vasconcellos, Pedro. «BeerOrCoffee | Os melhores espaços de coworking do Brasil». BeerOrCoffee Coworking Spaces. Consultado em 13 de dezembro de 2017 
  8. a b Curitiba, Prefeitura de. «Greca inaugura o Worktiba, primeiro coworking público do Brasil». www.curitiba.pr.gov.br. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  9. «1º coworking público de Minas Gerais | Prefeitura de Itabira». www.itabira.mg.gov.br. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  10. «São Paulo lança projeto pioneiro de coworking público | Governo do Estado de São Paulo». Governo do Estado de São Paulo. 29 de janeiro de 2018 
  11. «See All Coworking Spaces in Portugal - Coworker.com». www.coworker.com. Consultado em 1 de outubro de 2020 
  12. «Coworking: um investimento que pode potencializar seus lucros | Gowork». www.gowork.com.br. Consultado em 1 de Julho de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.