Caminho de ferro de cremalheira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cremalheira)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Via de um caminho de ferro de cremalheira.
Funcionamento do pinhão e cremalheira.

Denomina-se caminho de ferro de cremalheira a um tipo particular de caminhos de ferro que baseia o seu funcionamento na acoplagem mecânica com a via por meio de um terceiro carril dentado ou «cremalheira».

O Caminho de Ferro do Corcovado no Rio de Janeiro funciona com o sistema Riggenbach.
Caminho de Ferro de Cremalheira de Nuria.

Aplicações[editar | editar código-fonte]

A disposição mencionada permite que seja utilizado em zonas onde haja uma grande pendente de mais de 8%,[1] nas quais o funcionamento por aderência entre carris e rodas não seria possível devido à escassa fricção entre aquelas.

Se emprega principalmente em trens (comboios) de montanha para turistas e também nas montanhas russas para chegar à primeira ou às principais elevações.

Invenção[editar | editar código-fonte]

Em 1812, o inglês John Blenkinsop construiu umas vias de cremalheira para uma máquina locomotiva lenta. Depois, em 1862 o suíço Niklaus Riggenbach colocou a cremalheira num terceiro carril.[1]

Sistemas de engrenagens[editar | editar código-fonte]

Existem vários tipos de sistemas de engrenagem. Os mais conhecidos são os Marsh, Riggenbach, Strub, Abt, Locher e Lamella (também conhecido como o sistema von Roll).

Caminho de ferro de cremalheira ligeiro, sistema von Roll.
Sistema Riggenbach
Sistema Strub
Sistema Abt
Sistema Locher

Desenvolveram-se diferentes sistemas de engrenagens. Hoje em dia, a maioria dos caminhos de ferro de cremalheira utilizam o sistema Abt.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências