Diretoria de Serviço Geográfico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de DSG)
Diretoria de Serviço Geográfico
DSG.png
Sede  Distrito Federal
Sigla DSG
Criação 1890
Comando
Comandante General-de-Divisão Eng. Mil. Pedro Paulo Levi Mateus Canazio
Contato
Endereço Quartel-General do Exército - Bloco F - 2º Piso
E-mail dsg.dir@dsg.eb.mil.br

A Diretoria de Serviço Geográfico (DSG) é uma organização militar do Exército Brasileiro sediada em Brasília. Sua atribuição é superintender os assuntos ligados à cartografia e geoinformação terrestre.

Missão[editar | editar código-fonte]

Subordinada ao Departamento de Ciência e Tecnologia,[1] a DSG tem por missão superintender no âmbito do Exército Brasileiro as atividades relativas às imagens e informações geográficas, principalmente visando a produção cartográfica nas suas mais diversas formas, ao estabelecimento de normas e instruções, ao suprimento e à manutenção do material de sua gestão, e as decorrentes de convênios com órgãos da administração pública.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

O Serviço Geográfico foi criado em 31 de maio de 1890, inicialmente anexo ao Observatório do Rio de Janeiro e depois transferido para o Ministério do Exército, então Ministério da Guerra. Em 20 de junho de 1903, inicia a execução do projeto "Carta Geral do Brasil", elaborado pelo Estado-Maior do Exército, com a instalação da Comissão da Carta Geral, em Porto Alegre.[3]

A partir de 1917 o Serviço é progressivamente organizado na Fortaleza da Conceição, no Rio de Janeiro, sob a denominação de Serviço Geográfico Militar. Em 1920 chega ao Brasil a Missão Austríaca, contratada pelo Estado-Maior do Exército, com a finalidade de fornecer o embasamento técnico necessário ao mapeamento do Território Nacional. Os austríacos introduziram no país o levantamento topográfico à prancheta, os métodos estereofotogramétricos de emprego de fotografias terrestres e aéreas e a impressão off-set.[3]

Estandarte histórico da DSG.[4]

Até 1932, o Serviço Geográfico Militar e a Comissão da Carta Geral atuavam de forma independente. O primeiro, executando o mapeamento de áreas no então Distrito Federal e a segunda, realizando levantamentos no Rio Grande do Sul. A partir daquele ano, o Serviço passa a denominar-se Serviço Geográfico do Exército (SGE), e a então Comissão da Carta Geral dá origem à Primeira Divisão de Levantamento.[3]

Finalmente, em 1946, são regulamentadas as atividades da Diretoria do Serviço Geográfico do Exército, que funcionaria nas instalações históricas do Antigo Palácio Episcopal da Conceição, no Rio de Janeiro, desde então, até ser transferida para o Quartel General do Exército, em Brasília, em 1972.[3]

A atual denominação Diretoria de Serviço Geográfico (DSG) foi atribuída por Portaria Ministerial de 1953, em conformidade com a nova estrutura de organização do Exército. Em 2018, por intermédio da portaria nº 1.106, a DSG recebeu a Denominação Histórica de "Serviço Geográfico General Alípio Virgílio Di Primio".[3]

A DSG tem subordinados cinco Centros de Geoinformação (CGEO) regionais, antigamente denominados Divisões de Levantamento (DL), localizados em Porto Alegre, Brasília, Olinda, Manaus e Rio de Janeiro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Diretoria de Serviço Geográfico do Exército - Subordinação». www.dsg.eb.mil.br. Consultado em 28 de julho de 2019 
  2. «Diretoria de Serviço Geográfico do Exército - Missão». www.dsg.eb.mil.br. Consultado em 28 de julho de 2019 
  3. a b c d e «Diretoria de Serviço Geográfico do Exército - Histórico». www.dsg.eb.mil.br. Consultado em 28 de julho de 2019 
  4. «Diretoria de Serviço Geográfico do Exército - Estandarte Histórico da DSG». www.dsg.eb.mil.br. Consultado em 28 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Organizações Militares subordinadas