Dama de Elche

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dama de Elche no Museu Arqueológico de Espanha em Madrid.
Desenho hipotético da escultura segundo Francisco Vives

A Dama de Elche, que data do século IV a.C., é uma escultura da época ibera com influência helénica, encontrada a 4 de Agosto de 1897 em Elche, perto de Alicante, Espanha - passou a constituir o símbolo de toda uma cultura ibérica. Hoje em dia está exposta no Museu Arqueológico Nacional de Espanha, em Madrid.

A Dama de Elche - Elche (evoca: Elfo, Elvas) - mede 56 cm de altura e tem nas costas uma cavidade quase esférica de 18 cm de diâmetro e 16 cm de profundidade, que seguramente servia, como divindade que se supõe representar, para introduzir relíquias, objectos sagrados ou cinzas de defunto. Muitas outras figuras ibéricas, encontradas noutros lugares, têm também nas costas um espaço côncavo e, como a Dama de Elche, os seus ombros apresentam-se ligeiramente curvados para a frente.

Características técnicas[editar | editar código-fonte]

  • Medidas: 56 cm de altura.
  • Estilo ibero-arcaico com influências helénicas.
  • Talhado em pedra caliza, policromada.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Patrocínio, Manuel Francisco Soares: Feminino, antigo primordial - As repercussões culturais do achado da Dama de Elche (1897) na transição para o séc. XX», in Feminino ao Sul – História e Historiografia da Mulher Lisboa, CIDEHUS/Universidade de Évora – Núcleo de Estudos da Historiografia da Mulher, 2008.
  • Sousa, Ana Cristina Correia de: Ourivesaria estampada e lavrada : uma técnica milenar numa oficina de Gondomar. Porto, Faculdade de Letras, 1997. (VOLUME II - APÊNDICE ICONOGRÁFICO) - [1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Espanha é um esboço relacionado ao Projeto Europa. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.