David Saul Marshall

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
David Saul Marshall
Nascimento 12 de março de 1908
Singapura
Morte 12 de dezembro de 1995 (87 anos)
Singapura
Cidadania Singapura
Alma mater Universidade de Londres
Ocupação diplomata, político, advogado
Religião Judaísmo
Causa da morte câncer de pulmão

David Saul Marshall (12 de março de 1908 - 12 de dezembro de 1995) foi um diplomata e político singapuriano. Foi líder da Frente de Trabalho Singapuriana e veio a se tornar primeiro-ministro de Singapura em 1955.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em uma família judaica ortodoxa descendentes de judeus em Singapura foi educado na instituição de ensino Saint Andrew's School. Tornou-se interessado na política de independência em uma idade precoce. Ele foi chamado para a Barra em 1937 depois de se formar pela Universidade de Londres e do Templo médio na Grã-Bretanha. Ele mais tarde se tornaria o mais bem sucedido advogado criminal em Singapura, com uma reputação "Marshall nunca perde". Conhecido por sua eloquência afiada e posturas imponente, ele alegou que tinha ganho 99 absolvições de 100 casos de assassinato que ele defendeu durante o período em que a Singapura usou o júri popular. Quando o líder de Singapura (e adversário político de Marshall) Lee Kuan Yew aboliu o sistema de júri em 1969, ele citou a reputação de Marshall para ilustrar sua "inadequação".

Na Segunda Guerra Mundial, com as forças japonesas avançando através da Ásia, David Marshall juntou-se ao Corpo de Voluntários de Singapura e foi feito prisioneiro após a queda de Singapura em 1942. Marshall foi enviado para trabalhar nas minas de carvão de Hokkaido, no Japão, e sobreviveu a 26 campos de trabalho antes de ser libertado em 1945.

Notas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.