Deus é amor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Deus é amor é uma expressão contida na Primeira Epístola de João do Novo Testamento, no qual o evangelista João afirma que: "Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus nele"[1]. O mesmo evangelista define que o amor de Deus é cumprir os seus mandamentos[2] (I João 5:3), e, em seguida, apresenta o mandamento de Deus: “E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo” (I João 3:23).

A expressão dá título à encíclica papal Deus Caritas Est de Bento XVI, de 25 de dezembro de 2005.[3]

No Brasil, dá nome à igreja protestante pentecostal denominada Igreja Pentecostal Deus é Amor, fundada em 3 de julho de 1962, por David Miranda.[4]

A expressão tem largo uso no meio cristão, sendo por exemplo título de canções, como a gospel de Leonardo Gonçalves[5] ou hino da igreja católica.[6]

Referências

  1. I João 4:16
  2. Claudio Crispim. «Deus é amor». Estudos Bíblocos. Consultado em abril de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. Papa Bento XVI (25 de dezembro de 2005). «CARTA ENCÍCLICA DEUS CARITAS EST». Página oficial do Vaticano. Consultado em janeiro de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. Institucional. «Histórico da IPDA». site oficial da IPDA. Consultado em janeiro de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. Leonardo Gonçalves. «Deus é amor». Letras Terra. Consultado em janeiro de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  6. D. Joel I. Catapan. Hora Santa Vocacional. [S.l.]: Edições Loyola. p. 7. ISBN 8515005441. Consultado em janeiro de 2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.