Deuteren

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Deuteren
Wijk Deuteren
Localidade dos Países Baixos Flag of the Netherlands.svg
Deuteren está localizado em: Brabante do Norte
Localização de Deuteren em Brabante do Norte
Provinces of the Netherlands - Noord-Brabant.svg
Localização de Brabante do Norte nos Países Baixos
Localização
51° 41' 12" N 5° 16' 0" E51° 41' 12" N 5° 16' 0
Município Flag of 's-Hertogenbosch.svg 's-Hertogenbosch
Província Brabante do Norte
Tipo de localidade Hamlet
Fuso horário +01:00
Características geográficas
Área 0,28 km²
- terra 0,28 km²
- água 0 km²
População (31 dez 2008) 1 330 hab. (4750 hab./km²)
Map - NL - 's-Hertogenbosch - Wijk 11 West - Buurt 04 Deuteren.svg
Localização de Deuteren no município de 's-Hertogenbosch
(a área em vermelho escuro)

Portal Portal Países Baixos

Deuteren é um hamlet no município neerlandês de 's-Hertogenbosch, na província de Brabante do Norte com cerca de 1 330 habitantes (31 de dezembro de 2008, fonte: CBS[1]).

História[editar | editar código-fonte]

Segundo o historiador do século XIX, A.J. van der Aa,[2] este hamlet foi o local da primeira pregação Reformada na região, em 1566, por Cornelis van Diest. Durante o cerco de 's-Hertogenbosch, em 1629, Deuteren foi a localização do quartel-general (Kwartier van Rees) do coronel Pinsen van der Aa. O hamlet sofreu uma série de prejuízos, em 1757, em decorrência de inundações e do inverno rigoroso.

Anteriormente, o hamlet era dividido em duas partes: Groot-Deuteren (o atual hamlet) e Klein-Deuteren, cerca de um quilômetro a nordeste. Klein-Deuteren ficou reduzido a apenas uma casa, no meio do século XIX;[2] atualmente, um subúrbio de 's-Hertogenbosch ocupa essa área.

Deuteren fez parte do município de Cromvoirt até que o município fundiu-se com Vught, em 1933; nessa ocasião, Deuteren tornou-se parte de 's-Hertogenbosch.[3]

Referências

  1. «Statline» (em inglês). Consultado em 9 de agosto de 2009 
  2. a b Abraham Jacob van der Aa (1841). Aardrijkskundig woordenboek der Nederlanden. 3. [S.l.: s.n.] 268 páginas 
  3. Ad van der Meer e Onno Boonstra (2006). «Repertorium van Nederlandse gemeenten 1812-2006» (em neerlandês). KNAW. Consultado em 8 de agosto de 2009