Diario de Noticias (Espanha)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre jornal espanhol de Navarra. Para outros significados, veja Diário de Notícias.
Diario de Noticias
Periodicidade diário
Sede Flag of Spain.svg Espanha, Pamplona
Preço 1,2 (2011)
Fundação 1994 (24 anos)
Pertence a Grupo Noticias; Zeroa Multimedia
Diretor Joseba Santamaría
Idioma espanhol; com suplementos em basco
Página oficial www.noticiasdenavarra.com

O Diario de Noticias, também conhecido como Diario de Noticias ou simplesmente Noticias de Navarra, é um jornal espanhol publicado em Pamplona, Navarra. Juntamente com o Diario de Navarra é um dos principais jornais navarros.

Foi fundado em 1994 por um grupo de investidores navarros, entre os quais se destacava Miguel Rico, dono da empresa de construção MRA, que se viria a afastar do projeto. A sua orientação política é de carácter progressista e sensível aos sentimentos basquistas de Navarra, embora sem apoiar nacionalismo basco nem apoiar abertamente a integração no País Basco. O seu posicionamento oscila entre os setores sociais com afinidades ao Nafarroa Bai, Partido Socialista de Navarra (PSN-PSOE) e Esquerda Unida de Navarra (IUN-NEB), apesar dos seus editoriais, cartas do diretor e colaborações dos membros da sua direção mostrarem a sua simpatia pela coligação nacionalista basca.[carece de fontes?]

A empresa que detém o jornal tem mais três jornais — o Diario Noticias de Álava, o Noticias de Gipuzkoa e o Deia, na Biscaia — e uma emissora de rádio, a Onda Vasca. Nestes meios de comunicação trabalham numerosos jornalistas e antigos diretores do grupo EiTB (Euskal Irrati Telebista), que geria as emissoras públicas de rádio e televisão sob o governo de Juan José Ibarretxe.[carece de fontes?]

Apesar de não conseguir vencer a hegemonia do Diario de Navarra, tem vindo a penetrar no mercado e sociedade navarra, especialmente entre leitores de perfil progressista, recolhendo a herança do Navarra Hoy,[carece de fontes?] o jornal de Pamplona desaparecido em 1994 em cuja tipografia é impresso o Diario de Navarra. Em 2010 teve uma circulação média de cerca de 17 000 e uma tiragem de cerca de 21 600 exemplares diários.[1]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome ojd1