Dipilidiose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Dipilidiose é uma verminose que ocorre tanto em pessoas como em cães, gatos e outros animais domésticos quando há ingestão acidental de ovos do verme Dipylidium caninum um verme cestoide semelhante à tênia, transmitido por pulgas. Após a contaminação o verme se instala nos intestinos e pode chegar a 50cm de comprimento.[1] No homem os sintomas são dores abdominais, diarreia e perda de peso. Nos animais pode provocar ainda a perda de pelos e até a morte quando não tratada.[2]

contaminação[editar | editar código-fonte]

Cápsula de ovos do Dipylidium caninum.

A transmissão pode se dar através de objetos ou pelo habito de levar a mão a boca após manusear os animais. Ocorre tanto pela ingestão dos ovos do parasita presentes no ambiente em que o animal contaminado vive, quanto pela picada da pulga contaminada pelo verme, principalmente quando os animais dormem na cama junto às pessoas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. Zoonoses dos cães - em Bayer Pet Versão consultada em 8/6/2007.
  2. DE CICCO, Lúcia Helena Salvetti. Pulga. Versão online no Site Saúde Vida Online. Consultado em 8/6/2007.