Discussão:Desidroepiandrosterona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O nome original do artigo é "Deidroepiandrosterona", este nome é o utilizado no Brasil. O usuário João Sousa está vandalizando o artigo, alterando a versão para PT de Portugal. Coloquei como fonte o principal livro de fisiologia, o Guyton. Quero ver se novamente continuará no vandalismo de alterar a versão do português. Prowiki (discussão) 01h12min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)

A fonte que colocou não referencia nada a não ser o próprio desconhecimento da língua da parte de quem traduziu a obra citada. o Dicionário de Termos Médicos de Manuel Freitas e Costa, Porto, editora, 2005, obra em português de Portugal, também usa Deidroepiandrosterona e a Infopédia em PTE também. O que o editor lusófobo acima ainda não entendeu é que não se trata de uma questão PTE ou PTBR, mas sim de uma questão etimológica (ver por exemplo [1]) e de coerência linguística. Pergunto ao usuário acima e aos demais porque não escrevemos deidratação em vez de desidratação, deilusão em vez de desilusão, decarboxilação em vez de descarboxilação, demontar em vez de desmontar e por aí adiante. Enquanto não me conseguirem provar que Deidroepiandrosterona é linguisticamente mais correto que Desidroepiandrosterona (usado também no Brasil por quem sabe escrever ver http://decs.bvsalud.org/cgi-bin/wxis1660.exe/decsserver/?IsisScript=../cgi-bin/decsserver/decsserver.xis&search_language=p&interface_language=p&previous_page=homepage&task=exact_term&search_exp=Desidroepiandrosterona, continuarei a defender este último termo. João Sousa DC 10h41min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Eu sou químico e garanto que "dehydro" em inglês passa sempre a "desidro" em português, mas já estou acostumado à americanofilia de alguns, por isso não estranho nada. JF (discussão) 11h17min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
As fontes indicam Deidro portanto a versão original do nome do artigo deve ser mantida, embasada nestas fontes. Se forem apresentadas fontes indicando o outro nome o artigo também deve citar isso mas no momento discordo da mudança do nome. Como também sou químico, trago também alguns esclarecimentos: o sufixo "des" que existe em "desilusão" por exemplo não tem nada a ver com o sufixo "de" na nomenclatura orgânica. Existe sim na química orgânica "desidratação", "desidrogenação" e "descarboxilação" todos com o mesmo significado do "des" de desilusão que é um prefixo de negação. Entretanto, na referida molécula, o sufixo "de" indica a quantidade de grupos "hidro" presentes como por exemplo seria no dimetilbenzeno. Em resumo, quando se trata de traduzir um nome de molécula julgo ser provável que o "de" se refira a parte da nomenclatura da molécula e não a um sufixo de negação. Quando traduzindo um processo químico, é provável que o "de" signifique um prefixo de negação do qual um grupo funcional é removido do composto como en:dehydrogenation ("desidrogenação"). OTAVIO1981 (discussão) 11h47min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Sou biólogo molecular e acho que o "de" aí significa "ausência", nesse caso de água ("hidro"). O Otavio diz que esse "de" é diferente de um prefixo de negação, mas parece-me que não é assim. O que indica "dois grupos metil" em dimetilbenzeno é ""di", e não "de". O "des" em termos de química é usado para indicar ausência mesmo, como em "desidrogenase" e "ácido desoxirribonucleico" (nesse caso indicando a ausência de um radical OH). Entendo que haja traduções que usem "de", mas acho que deveria ser favorecida a versão com "des", porque os cientistas e tradutores nem sempre tem razão em matéria linguística. --Fulviusbsas (discussão) 12h40min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Nenhuma "versão original" de título de artigo é inalterável. Se o nome mais correcto e/ou mais usado é o "des", pois que se mova para aí.
E OTAVIO, perdoe-me a rispidez, mas o que você diz não faz qualquer sentido. O "de" significa obviamente uma eliminação, e não o número de hidrogénios, que seria sempre "di" e nunca "de".--- Darwin Ahoy! 13h00min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
De fato o Fulviusbsas acima tem razão pois existe uma diferença capciosa entre "diidro" e "deidro" no qual o primeiro indica dois e o segundo sem. Não sou o senhor da verdade e assumo o erro. Concordo também com o Darwinius que o nome não é inalterável entretanto, havendo discordância o mais apropriado é manter o original até que exista consenso sobre a forma correta. Melhor consultar o guia IUPAC e ver se existe alguma nota linguistica sobre as formas "desidro" e "deidro".OTAVIO1981 (discussão) 13h13min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
  • Symbol support vote.svg Concordo com o JF e não vejo em quê a alteração prejudica o artigo. Robertogilnei (discussão) 14h31min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Ora, a manutenção com a grafia original até que exista um consenso sobre a forma correta também não prejudica o artigo. Até o momento existem fontes para as duas indicações e não me surpreenderia com uma nota linguistica dizendo que as duas formas são corretas.OTAVIO1981 (discussão) 14h48min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Desde que a "nota linguística" tenha fonte. Esse tipo de coisa baseada em pesquisa inédita é mato por aí.--- Darwin Ahoy! 15h07min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
O Guia IUPAC para a Nomenclatura de Compostos Orgânicos. Tradução Portuguesa nas Variantes Europeia e Brasileira, Lidel, 2002 (ISBN 972-757-150-6) não é uma fonte? OTAVIO1981 (discussão) 15h23min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Nota linguística? Existem várias grafias alternativas, incluindo "Dehidroepiandrosterona" e "Deshidroepiandrosterona", aposto que será possível indicar fontes minimamente credíveis para todas elas. Porém, ambas violam as regras da escrita da nossa língua, e por mais fontes que se arranjem fontes isso não muda. O facto de existirem mil fontes a usar um termo linguisticamente incorrecto/errado não o torna correto, ou sim? João Sousa DC 15h40min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Em tempo, se é certo que a Wikipédia não aceita pesquisa inédita, nem serve para criar conceitos ou termos, creio que não será menos certo que tão pouco deve dar credibilidade a conceitos/termos incorrectos, só porque há fontes que os usam. João Sousa DC 15h42min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
  • Symbol support vote.svg Concordo Com o João Sousa, Japf e Fulviusbsas. Defendo que o nome do artigo seja mantido como Desidroepiandrosterona. Pedro Spoladore (discussão) 16h45min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)

Veja bem, o guia IUPAC citado acima, do qual possuo um exemplar, se presta justamente a regular a escrita e exemplificar a nomenclatura de compostos orgânicos. É uma fonte fiável e secundária a tratar do assunto, até que se prove o contrário. Qualquer um que se preste a nomear qualquer coisa na química orgânica deveria consultá-lo. Existir mil fontes "credíveis" me faz pensar justamente que se deva tomar seu conteúdo como fiável em detrimento do conteúdo encontrado pela internet do qual desconhecemos os revisores. O livro, até onde sei, é referência no assunto. OTAVIO1981 (discussão) 17h35min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)

Percebam que João Sousa não trouxe nada de novo. Só o óbvio, que existem vários termos para o composto, como é comum em química. Uma fonte brasileira com "desidro" indica apenas que alguns químicos do Brasil também utilizam tal forma. Não quer dizer que é mais correta que "deidro"! A versão "deidro" está correta ortograficamente, já coloquei como referência o principal livro de fisiologia, e posso colocar outras dezenas de fontes científicas fiáveis que utilizam tal termo, tanto no Brasil como em Portugal. João Sousa não colocou nenhuma prova que uma versão é mais correta que a outra. Apenas começou a fazer analogias "da cabeça dele" com outros compostos. A opinião dele de que "desidro" é a forma correta, não é embasada por nenhuma fonte de nomenclatura de compostos orgânicos. E tem mais: antes de terminar a discussão tem que deixar o artigo na versão estável, que no caso é "deidro". Prowiki (discussão) 17h56min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Outra coisa, quem tem autoridade para definir os nomes dos compostos químicos, são entidades como a União Internacional de Química Pura e Aplicada, e não a imaginação do Wikipedista João Sousa. OTAVIO1981 trouxe esta fonte que pra mim deve ser a que deve nortear os nomes dos compostos nesta enciclopédia. Infelizmente eu não tenho esse livro. Prowiki (discussão) 18h06min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Sim, percebam, porque são todos uns burros e só o Prowiki é que sabe. E sim, nada melhor que um livro de fisiologia para demonstrar a correção da tradução e ortografia de um termo. Eu já expliquei o que tinha que explicar, e acima estão cinco opiniões que concordam com a minha, uma que está a meio caminho e uma que difere, e que aparentemente é melhor que todas as outras. Seja, a língua que usamos só tem o valor que que lhe queremos dar. Burro sou eu em ainda me preocupar com estas coisas, já tenho idade e tempo de wikipédia para saber que por aqui não se dá grande valor à língua. João Sousa DC 18h11min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)

Sim, não duvido que quem escreveu a obra indicada saiba tudo sobre química orgânica, mas pelos vistos não sabem muito de tradução inglês/português. Quase que aposto que também deve lá estar o ciclohexano... já agora se alguém pudesse verificar... João Sousa DC 18h15min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)

(conflito)

Não invente coisas. Não chamei ninguém de burro. Disse que você apenas trouxe uma fonte com outra versão (a "desidro") e isso não prova o que você alega: que "desidro" é mais correto que "deidro". Eu quero que você prove que uma é mais correta que a outra. Só isso. Se você acha que está certo, porque não mostra uma fonte para comprovar o que diz? Prowiki (discussão) 18h19min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
  • Symbol support vote.svg Concordo Com o João Sousa. Pelo que li em várias fontes, a versão do João, é a que se apresenta como o mais correcto na língua portuguesa. É por essa que se deve optar. VER ciberduvidas.com -- amps [mensagem] 18h40min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Esse cyberdúvidas não é fonte fiável. Qualquer um pode responder. Além disso, os compostos químicos são nomeados por entidades de Química, como a IUPAC, e não por professores de português em sites tira-dúvidas. Prowiki (discussão) 18h49min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
PS: Percebo que estão chamando reforços de Portugal para tentar provar, na base do quórum, a versão "desidro". Nunca vi tantos usuários de Portugal aparecerem, misteriosamente, numa discussão só.
Além de não saber ouvir, ser lusófobo, mal educado, egocêntrico e megalómano agora também deu em paranoico? João Sousa DC 20h53min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Prowiki, sugiro que se informe melhor sobre o www.ciberduvidas.com. Quanto ao resto, nem tem resposta, pois parece que é apenas para si que isto é uma luta PT vs BR! -- amps [mensagem] 18h56min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Amps, leia a discussão toda. Não é uma luta PT vs BR porque até em Portugal tem livro com a versão "deidro". Repito: os compostos químicos são nomeados por entidades de Química, como a IUPAC, e não por professores de português em sites tira-dúvidas, como o cyber dúvidas. A opinião de 1 simples professor de português não é mais confiável que a nomenclatura oficial dos compostos orgânicos. Prowiki (discussão) 19h12min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Segunda-feira trago as considerações do livro. Ficar catando na internet X, Y, Z sem rigor algum de quem escreveu nada vai acrescentar nada. Melhor dar crédito a uma publicação especializada no assunto, não acham? Noutra discussão me questionaram se devíamos manter em erro uma grafia completamente equivocada e a minha resposta é: se está equivocada, tragam uma fonte melhor que justifique outra grafia.OTAVIO1981 (discussão) 19h23min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
O que o livro da IUPAC disser, eu aceito como a versão que deve ficar no título. Minha preocupação é com a qualidade da enciclopédia, que deve ser baseada na melhor fonte possível, e não na imaginação de certos wikipedistas. OTAVIO1981, você vai conseguir esse livro onde? Prowiki (discussão) 19h29min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)
Só como nota, pois pouco importa pra mim isso pois existe os redirect's, o Merck e a Denominação Comum Brasileira preferem o uso de prasterona. Dédi's (discussão) 20h37min de 25 de fevereiro de 2011 (UTC)

Prowiki, para sua informação, sou brasileiro e acho que o mais correto é "des". O Spoladore também é brasileiro e está de acordo com o "des" também, ou seja, não tente transformar isso aqui num Fla-Flu de portugas contra brazucas. O ciberdúvidas é um sítio reconhecido, basta ver o staff e os patrocinadores, que incluem o Ministério da Educação de Portugal e o Instituto Camões. Não é um sítio em que "qualquer um pode responder" como você disse. Assim, creio que a resposta à dúvida sobre o "de" e "des" é bastante clara aqui: a forma "desidro" para o inglês "dehydro" é melhor. E se essa forma é usada tanto no Brasil como em Portugal, logicamente essa deveria ser favorecida na Wikipedia. Não é simplesmente uma questão da "imaginação de certos wikipedistas". --Fulviusbsas (discussão) 02h22min de 26 de fevereiro de 2011 (UTC)

Ser patrocinado por quem quer que seja não muda o fato de que é apenas a opinião de um professor de português que acha que o correto é "desidro". Não é esse cidadão que tem a autoridade pra definir nomes de compostos químicos orgânicos. Esse papel é da IUPAC, através de sua Nomenclatura oficial, inclusive há uma publicação específica para a língua portuguesa. Com todo respeito ao Sr. Carlos Rocha (seja lá quem for), que assinou a resposta no site cyberduvidas, mas entre ele e a IUPAC, eu fico com a IUPAC. Vamos aguardar o que o livro diz. O que for, seja "des" ou "de", eu aceito. Prowiki (discussão) 04h28min de 26 de fevereiro de 2011 (UTC)

Porque não se nomeia o artigo para o termo neutro prasterona, de acordo com a informação do Dédis? Acabava-se imediatamente esta discussão.--- Darwin Ahoy! 06h02min de 26 de fevereiro de 2011 (UTC)

Por mim não tem problema.João Sousa DC 14h33min de 26 de fevereiro de 2011 (UTC)
Hoje entrei numa livraria e encontrei o tal livro e confirmei aquilo que todos já sabíamos: O correcto em português é "desmetil", "desoxi" e "desidro".JF (discussão) 16h57min de 26 de fevereiro de 2011 (UTC)
I rest my case. Pedro Spoladore (discussão) 04h27min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)
Não confio no depoimento de Japf. Melhor aguardar OTAVIO1981, que disse que amanhã irá pesquisar. Eu também vou procurar tal livro. Prowiki (discussão) 04h36min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)
Sim, o JF é português, e como todos sabem, os portugueses são mentirosos, inventam regras de ortografia, não sabem consultar um livro. Mas olhe que o tal livro está escrito por uma portuguesa e publicado em Portugal, como tal tão pouco será de confiança. Não sei se ria ou se chore com tamanho preconceito. João Sousa DC 10h49min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)
Pra que esse drama? Eu vou confiar em OTAVIO1981 porque ele se mostrou neutro desde o início, e não porque é brasileiro. Prowiki (discussão) 13h07min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)
Por neutro leia-se "concordou com você"? RafaAzevedo disc 13h10min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)
Na primeira postagem dele, concordava comigo porque era a única versão que tinha fonte. Depois que as outras formas passaram a ter fontes, ele ficou neutro. Prowiki (discussão) 13h40min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)

João Sousa, já disse que o que tiver no livro eu vou aceitar. Então, se você confia em Japf, e portanto tem certeza que está lá o "desidro", é apenas uma questão de tempo OTAVIO1981 e eu fazermos a constatação, pode deixar que eu mesmo mudo o nome para tal versão se for o caso. Então fique tranquilo pois o artigo não vai sair correndo. Prowiki (discussão) 13h50min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)

Mas que raio de estupidez é esta? Acham que ando a perder tempo para vos enganar? O que vossas excelências sapientíssimas estão a fazer é pura má-fé. Nunca na minha vida me chamaram de mentiroso. Depois de tantas evidências é assim tão difícil dar o braço a torcer. E amanhã, se eu encontrar o livro na biblioteca e vos enviar uma cópia via commons? O que vocês irão dizer? Que eu a forjei? JF (discussão) 14h01min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)
Se conseguir digitalizar seria ótimo. E não precisa ficar irritado com isso. Prowiki (discussão) 14h19min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)
Se acha que eu não preciso de me sentir irritado é porque você está habituado a que duvidem de si. Eu não!JF (discussão) 14h33min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)
Japf, se puder passar lá na livraria com uma câmera ou celular com câmera, e tira uma foto pro Tomé aí. Pedro Spoladore (discussão) 18h14min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)
Prowiki, o que você está a fazer na prática é acusar o Japf de mentiroso e aldrabão. Não há motivo nenhum para esperar pelo OTAVIO.--- Darwin Ahoy! 20h27min de 27 de fevereiro de 2011 (UTC)
Eu não ofendi ninguém, não extrapole as coisas. Apenas estou prezando pela Wikipédia:Verificabilidade. Eu preciso verificar a fonte apresentada. Prowiki (discussão) 02h26min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
Você não está "prezando pela Wikipédia:Verificabilidade" coisa nenhuma, se estivesse este assunto já estava resolvido. O que está a fazer é a colocar em causa a palavra do Japf, sem qualquer motivo para isso. E isso na minha terra é ofensa sim, e não é das pequenas.--- Darwin Ahoy! 02h39min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
"qualquer leitor deverá poder aferir que tal material foi já publicado por uma fonte fiável". Wikipédia:Verificabilidade. Prowiki (discussão) 02h44min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
Se quer aferir, levante o rabo da cadeira e vá até uma biblioteca ou livraria, em vez de desconfiar das pessoas e insinuar que estão a mentir. Olha que sinceramente...--- Darwin Ahoy! 10h05min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Considerações:1) O mencionado livro não é uma tradução qualquer do guia em inglês e foi revisado por especialista no que tange a lexicografia/ortografia das palavras. O objetivo da obra é ser útil aos dois lados do atlântico e apesar de ser escrito em PT, todas as observações a respeito de diferenças com o BR são pontuadas ao longo do texto. O prefácio contém uma interessante abordagem histórica sobre a dificuldade de uniformizar as regras, como o AO 1990 se encaixa no contexto e o estado atual das coisas. 2) É recomendado, sempre que possível, a empregar termos que não provoquem ambiguidade. Desnecessário dar um nome diferente a água ou ao colesterol em nome de uma uniformização pouco prática e utópica pois diferenças em função do idioma e da formação cultural dos catedráticos sempre existirão. (Desnecessário dizer também que existe resistência no meio a respeito da grafia adotada para certas palavras.) Dito isso, não me oponho que o artigo seja movido para "prasterona" entretanto faço a ressalva que eventualmente a diferença entre as variantes voltará à tona. É provável que existam nomes comerciais mais usuais num país portanto é salutar avançar um pouco na discussão do que atende a todos e elaborar uma regra ou recomendação no livro de estilo a respeito do que deve ser adotado daqui para a frente. 3) O livro, em sua páginas 61 e 62, aborda a utilização do termo do qual a forma correta é "desidro". Não é feita qualquer ressalva a respeito de outras formas como deidro, dehidro, de-hidro e todos os exemplos citados ao longo do livro tratam a nomenclatura de modo uniforme utilizando "desidro" e sua forma "didesidro" no caso de se tratarem de duas duplas. Se existem outras formas mencionadas na literatura, não estão de acordo com o que é adotado no livro como prática uniforme. Faço também um adendo, do qual não existe a forma "diidro" e do qual o correto é "di-hidro". No prefácio há uma explicação de que o padrão adotado é não elidir a letra h, empregando o hífen quando necessário. Dito isso, caso seja decidido adotar a forma correta no que diz respeito a nomenclatura oficial descrita na obra, o correto é mover o artigo para "desidroepiandrosterona" e o artigo diidrotestosterona para "di-hidrotestosterona". 4) Devemos presumir a boa fé sempre. É ofensivo descreditar de forma gratuita as informações prestadas pelo Japf que se dispôs a ir numa livraria verificar o assunto. As discussões a cerca das variantes PT-BR já são acirradas o suficiente e desconfiar do colega só piora a situação. Fico a disposição para eventuais dúvidas. OTAVIO1981 (discussão) 11h52min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Saúdo a dedicação do Japf e do Otavio para com as fontes e a honestidade intelectual dos dois. Isso sim é que é serviço à Wikipedia. Parece-me que a necessidade de mover o artigo a sua forma "Desidro" é evidente. Se o termo "prasterona" for mais comum que "desidroepiandrosterona" dos dois lados do Atlântico, não me oponho a essa moção. --Fulviusbsas (discussão) 12h33min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
  • No campo da Biologia, as enzimas respoonsáveis pela retirada do íon hidrogênio dos compostos são conhecidas como desidrogenases, com "des" no início. Não sei se a origem desse composto é a retirada de hidrogênios do precursor, é possível que seja. Mas eu nunca ouvi falar em "deidrogenase". Robertogilnei (discussão) 13h10min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
Quanto ao "di-hidrotestosterona", são apenas 1.760 registros no Google, contra 6.600 de "diidrotestosterona". Curioso que no livro da IUPAC esteja com hífen, já que ninguém fala "bi-campeão", "tri-campeão". Robertogilnei (discussão) 13h25min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
Robertogilnei, as considerações do livro se limitam obviamente a nomenclatura de compostos orgânicos e devem ser aplicadas neste contexto. Além do que, é específico para o caso da letra h ser ou não elidida, portanto o exemplos que você citou não são cabíveis para comparação. OTAVIO1981 (discussão) 13h36min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
O prefixo "di" tem o mesmo significado que o "bi" do "bicampeão". Não é porque o assunto é química que isso vai ser diferente. Robertogilnei (discussão) 13h52min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
Desculpe, talvez não tenha sido claro mas seu exemplo não é cabível pois campeão não começa com a letra h.OTAVIO1981 (discussão) 14h16min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
Que tal "diibridismo"? :) Robertogilnei (discussão) 14h23min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Não sou estudioso de química, mas parece-me que a intenção deles em não ocultar o H, neste caso, é para que fique visível o prefixo "hidro", que caracterizaria o (não sei se é o termo correto ->) composto químico. --Caio Brandão Costa (discussão) 14h49min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC) Retiro o que disse; afinal, como exposto aqui, a própria denominação "desidro", com ocultação do prefixo "hidro", é mais correta que "de-hidro". Quanto ao porquê de ser "diidro" e não "di-hidro", este leiguíssimo só pode parafrasear com João Grilo: "não sei. Só sei que é assim" x). --Caio Brandão Costa (discussão) 14h55min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Ops,

Robertogilnei, não sei qual o objetivo de seu argumento. Descreditar o livro em relação ao uso da norma culta ou variante do português? Se for isso, por favor indique uma outra fonte da mesma natureza com suas considerações. Já foi alertado que no próprio meio acadêmico existe resistência a algumas grafias e evocar palavras escritas de modo diferente só comprova isso. Buscar mesmo que no google scholar grafias diferentes não torna um nome mais ou menos errado, somente que existe divergência. O referido livro indica o uso do hífen-h, para a nomenclatura de compostos orgânicos e não tem por objetivo ser um guia ortográfico da língua portuguesa. As regras descritas ali são convencionadas com um escopo bem definido. OTAVIO1981 (discussão) 15h10min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Confio em OTAVIO1981 e, conforme falei antes, aceito a forma do livro da IUPAC, que ficou constatado como sendo "desidro". Já com relação ao uso do hífen, lembro que o uso do hífen entre vogais idênticas tornou-se obrigatório, o que confirma o que diz o livro da IUPAC. Então o melhor, para a outra substância, seria "di-idro". Prowiki (discussão) 15h51min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Peraí... para "desidro" foi necessário caçar um livro da IUPAC, mas para "dihidro/diidro/di-idro" as normas ortográficas bastam? --Caio Brandão Costa (discussão) 16h05min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Acho que você não entendeu direito. No caso de "dihidro/diidro/di-idro" as normas endossam o que está no livro da IUPAC (leia comentário anterior) e proíbem a forma "di-idro" pela regra do hífen. Já no caso de "desidro", ambas as formas "desidro" e "deidro" são corretas ortograficamente, a dúvida era qual estaria oficializada na IUPAC. Entendeu agora? Prowiki (discussão) 16h14min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Como o assunto está confuso, vou fazer um resumo para clarificar:

Composto químico dihidro/diidro/di-idro
  • dihidro - Ortografia: Errado! Deve-se usar hífen entre vogais idênticas.fonte
  • diidro - Ortografia: Errado! Deve-se usar hífen entre vogais idênticas.
  • di-idro - Ortografia: Certo! Deve-se usar hífen entre vogais idênticas. IUPAC: Oficializado.
Composto químico deidro/desidro/dehidro
  • deidro - Ortografia: Certo! Não se usa hífen entre vogais diferentes. fonte. IUPAC: Não faz menção.
  • desidro - Ortografia: Certo! IUPAC: Oficializado.
  • de-idro - Ortografia: Errado! Não se usa hífen entre vogais diferentes.

Então, os títulos dos artigos devem ser "di-idro" e "desidro". Prowiki (discussão) 16h28min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Prowiki, acho que não me expliquei adequadamente acima. O livro indica di-hidro, tetra-hidro e assim por diante. OTAVIO1981 (discussão) 16h35min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
Opa, esse material mais detalhado diz que quando "o prefixo termina em vogal ou r e b e o segundo elemento se inicia com h." que é o cado de "di-hidro" coloca o hífen ao invés de suprimir o "h". Então realmente, e "novamente", a IUPAC está certa. É que antes eu fiz a análise suprimindo o H. Vou colocar aqui embaixo o novo resumo. Prowiki (discussão) 16h49min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
Composto químico dihidro/diidro/di-idro
Composto químico deidro/desidro/dehidro
  • deidro - Ortografia: Certo! Não se usa hífen entre vogais diferentes. fonte. IUPAC: Não faz menção.
  • desidro - Ortografia: Certo! IUPAC: Oficializado.
  • de-idro - Ortografia: Errado! Não se usa hífen entre vogais diferentes.

Então, os títulos dos artigos devem ser "di-hidro" e "desidro". Prowiki (discussão) 16h49min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Beleza. O que falta então para que você mova os títulos? Eu já teria feito isso, mas deixo para quem se comprometeu. --Caio Brandão Costa (discussão) 17h28min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)
Falta coragem. Porque além de mover, tem que consertar alguns links em predefinições e os redirecionamentos duplos que irão surgir. Prowiki (discussão) 20h08min de 28 de fevereiro de 2011 (UTC)

Entre mortos e feridos todos se salvaram!! Creio então que a discussão pode ser considerada encerrada no que diz respeito ao artigo. Se quiserem discutir a questão de nomenclatura de compostos orgânicos de uma forma mais abrangente, me convoquem! OTAVIO1981 (discussão) 02h17min de 1 de março de 2011 (UTC)