Discussão:Pains

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Qual a ligação de Dona Beja com Pains? Pelo que sei ela é formiguense.

Pesquisado - Dona Beja é formiguense sim[editar código-fonte]

Pesquisado - Dona Beja é formiguense sim Ela é natural da cidade de Formiga/MG. Isso pode ser comprovado pelo seu testamento e mesmo verificando o seu Museu em Araxá onde documentos comprovam isso. Essas informações estão disponíveis em toda a internet também. Obviamente ela não é "painense". Outra coisa, em relação à História de Pains, eu não entendi essa fonte. Fonte João Guilherme. Eu procurei em registros e não descobri nenhum historiador com esse nome. Também não existe nehum link.

Quem fez esse artigo? Como é parcial e mentiroso!

Capital mundial do calcário??????? Cadê as referências???????

Recebe muitos turistas????? Como a cidade mal tem hotel! Cadê as referências???

E outra, carece de referências fiáveis. Me digam de uma vez por todas, quem é João Guilherme?


Moderno???? Isso é extremamente ridículo, qualquer um que já tenha ido nesta cidade sabe muito bem que ela é retrograda. Depende totalmente das maiores cidades que estão próximas como Divinópolis e Formiga.

Esse artigo parece ter sido escrito por um painense pois fez quase um texto poético "Calcário é a palavra mágica".... . Ter sido escrito por um painense, isto não tem problema, mas deveria ser menos parcial

Respondendo ao prezado oculto[editar código-fonte]

Já que o senhor se dignou a vasculhar e modificar diversas vezes a página referente a Pains, acredito que já sejam oportunas as devidas explicações:

D. Beja nasceu em 1800 na Fazenda dos Araújos, em Pains, que na época era uma pequena localidade inserida no território do atual município de Itapecerica, assim como a atual cidade de Formiga. Formiga aliás, só veio a se tornar uma vila em 1838 (e cidade só em 1858) época em que D. Beja já se encontrava em Araxá (aliás, quase se mudando para Estrela do Sul). Por isso, senhor, procure se informar mais a respeito para posteriormente deferir informações inequívocas.

Quanto à fonte, caso esteja realmente curioso em saber quem é o autor, e já que se prontificou a ir até Araxá, vá até Pains e procure-o. Tenho certeza de que ele irá lhe receber mto bem. E além disso, poderá ler as mais de 1000 páginas da Monografia do Município.

Capital Mundial do Calcário, sim!! Ou vc conhece alguma localidade no mundo que possua reserva maior???

Recebe muitos turistas, sim, onde incluo painenses ausentes que quando vão ficam em casas de parentes e tb turistas provenientes das regiões vizinhas. Algum problema nisso??

Retrógrada?? Baseada em quê?? Com dezenas de empresas mineradoras, um ensino público referência na região, uma administração pública exemplar. Melhor rever seu conceito. Uma cidade pequena, porém muito agradável.

"Calcário é a palavra mágica" - assim como foi dito no programa Fantástico em 1998.

Por fim, antes de sair dando palpites e alterando páginas desta importante enciclopédia, procure se informar mais, senhor.

Caso ainda esteja com dúvidas, deixe seu e-mail aqui que entrarei em contato.

Saudações

João

Complementando[editar código-fonte]

A tal cidade "retrógrada" que mal tem hotéis é quem hospeda os artistas que fazem shows nas festas da região.

Vai me dizer que precisa de referências quanto a isso também?

Eh!! Realmente o senhor está totalmente por fora!


Respondendo

  • Caro amigo João, o Senhor disse que eu estou totalmente por fora? Acho que deveria ler melhor as instruções da wiki para saber que simplesmente colocar como fonte "Fulano de tal" é inapropriado. Precisamos de fontes fiáveis, para que todos possam checar, assim como um endereço eletronico, um sítio na internet, por exemplo.
  • Em relação a D. Beja, eu não estou enganado. Fui até o museu e chequei tudo. Qualquer um pode fazer isso, basta ir até Araxá. O que importa é o atual nome e lugar, pois se o Senhor quisesse conhecer o exato lugar onde ela nasceu, deveria viajar para Formiga.

Tá certo, mesmo que o lugar ainda não se chamasse Formiga, agora se chama, isso que importa, não posso citar outro nome. Ah, tem outra, o seu texto é todo cópia. E isso nem fui eu quem disse, mas vou checar novamente, se o seu texto for mesmo cópia será marcado. Acho que o Senhor está mostrando a informação de uma forma retorcida. O ideal é que as pessoas saibam que Dona Beja nasceu em Formiga. Esse negócio de que ela nasceu em Formiga, mas ainda não se chamava Formiga é muito complicado e errado também. Se fosse assim, teríamos que mudar o globo terrestre inteiro, pois ele segue essa regra.

-Uma dica para o Senhor: refaça o texto e explique isso, por que deese jeito você confunde a cabeça das pessoas. Afinal de contas todos os historiadores do mundo sabem que D. Beja não nasceu em Pains. Se o texto continuar assim, vou sempre apagá-lo.

  • Pains não é turistico não! A cidade é uma coisa, a regial rural é outra. Nem vou falar de hóteis.... artistas.... por favor
  • Referência em educação pública??? Eu como professor fico muito feliz com isso, pois desconheço escola pública boa, com exceção do Colégio Pedro II, na minha terra (RJ)(eu não estou dizendo que não exista e sim, que eu não conheço). Pelo que sei, os painenses são obrigados a ir para Formiga, para estudar, fazer o ensino médio. Me explica uma coisa? Se a educação pública em Pains é tão boa assim, porque os painenses têm que acordar 5 da manhã e pegar uma van para ir estudar em Formiga (no ensino médio)? Não seria mais fácil estudar em Pains mesmo?
  • Como vc pode notar, quem está "por fora", é o senhor.... não quero brigar em momento algum. Apenas quero transparencia. Coloque as devidas referências !!!!

E isso,

XXXXXXXX (sou tão "anônimo" quanto você, pois aqui na wiki se assina com 4 tis e não com o nome)

Tenho como provar[editar código-fonte]

Bom, eu vi que o Senhor não mudou em nada o seu artigo. Continua achando que Dona Beja nasceu em Pains. Eu apaguei, tenho como provar o contrário:

http://usr.cd-graf.com.br/~barreto/beija.htm (site do Museu Calmon Barreto)

Se quiser tenho várias outras REFERÊNCIAS FIÁVEIS, portanto pare com essa obssessão de dizer que ela é painense, senão teremos que levar isso para um moderador.

Obs: não é possível que com tantas evidências o senhor ainda vai ficar nessa, pára!

Devaneios de um carioca[editar código-fonte]

A melhor parte: "Tá certo, mesmo que o lugar ainda não se chamasse Formiga, agora se chama, isso que importa, não posso citar outro nome. " Infelizmente o senhor não entendeu: Formiga não era cidade. Pains não era cidade. Se D. Beja não é painense, muito menos é formiguense. Nessa lógica estranha do senhor ela seria de Itapecerica.

Mas não importa. Fique com seus devaneios de querer mudar o globo terrestre inteiro. A Fazenda dos Araújos, onde nasceu a ilustre personagem, fica em Pains.

Pains não é turistico não! A cidade é uma coisa, a regial rural é outra - que viagem sensacional!! Quanta imaginação!! Parabéns! A região rural de Pains passa a pertencer a Pindamonhagaba.

Quanto à referência em educação pública, procure se informar melhor:

1. Colégio Pedro II, que por sinal é realmente muito bom - aliás a única coisa sensata mencionada pelo senhor - é Federal. Leia a Constituição da República, art. 242, parágrafo 2o.

2. O ensino médio de Pains é estadual.

3. A educação pública a que me refiro é municipal. Aliás, estamos falando de Pains - Município. Educação pública municipal. Entende, senhor? Viaje menos, caia na real. Não quero brigar tb. Apenas irei defender o que tá escrito aqui.

Mas entendo o senhor. É realmente complicado para um carioca entender o que aconteceu no interior de Minas há muitos anos. O que não é compreensível é a insistência em apagar as coisas verdadeiras escritas na página de Pains. Quem sabe o senhor não ocupe seu tempo complementando a parte de Formiga que tá bem carente de informações?

inté

Não se aborreça..... nem me aborreça[editar código-fonte]

Quanta ironia Senhor !!! "Devaneios de um Carioca"....

Desculpe-me por qualquer coisa que tenha dito e tenha te aborrecido. No entanto vou direto ao assunto:

1) Quando me refiro a ensino público, falo de escolas, faculdades, etc... que são municipais, estaduais e federais. Portanto, incluo tudo.

2) É fato, D. Beja é nascida na cidade de Formiga. Não venha discutir comigo. Vá até Araxá, e verifique os documentos com os seus próprios olhos. Não quero ficar perdendo o meu tempo com esse artigo.

3) Não tenho intenção de mudar o mundo não! Mas se falarmos de devaneio, o maior devaneio é o seu, pois o que eu falo posso comprovar com FONTES FIÁVEIS. Cadê suas fontes, senhor?

D. Beja - a painense[editar código-fonte]

Aproveitando a sua enumeração, vou-lhe responder:

1. Se o senhor deseja falar de ensino público, sugiro criar um espaço nesta enciclopédia para esse tema. Para a página do município de Pains, continuarei limitando o assunto apenas a assuntos municipais.

2. Realmente está complicado esse item: o senhor insiste em falar em cidade. D. Beja, nasceu em 1800. Nesse ano, não existia cidade de Formiga. Como alguém pode nascer num lugar que não existe?? Formiga tornou-se município em 1858. Nesse ano, D. Beja não estava nem em Araxá. Já tinha se mudado até para Bagagem. Será que agora o senhor entendeu?? O fato é: a Fazendo dos Araújos, o nascedouro da personagem, fica em Pains.

3. Por que insiste tanto em referência?? A implicância é só com a página de Pains, ou o senhor pede referências a todos desta enciclopédia??

Viva a enciclopédia livre!![editar código-fonte]

A Wikipedia deixa de ser livre por conta de uns engraçadinhos que se sentem com o rei na barriga!!

Bloqueiam a página de Pains, alteram-na e a enciclopédia continua livre. Quanto paradoxo!!

    • Se não há bloqueios de páginas, há engraçadinhos que inserem informações incorretas baseadas em... nada! Viva a enciclopédia livre! Vinicius Siqueira ¿msg? 16h57min de 11 de Setembro de 2007 (UTC)

E com base em quê o Rei as julgou incorretas e baseadas em nada??

PURO AUTORITARISMO!!

Péssimo!

Discussao sobre pains[editar código-fonte]

Se a Wikipedia existe e' porque ela tem o intuito de colaborar como forma de mostrar ou ensinar algo. Se o pessoal que fez a pagina de pains colocou ela protegida, so pode ser por causa de politica, o que torna muito ruim para a cidade. Acho que as pessoas deveriam deixar a politica de lado e deixar as pessoas contribuirem pra ajudar a divulgar a cidade, que ja conta com internet com banda larga, entre outras coisas, mais, como a politica aki e' o que prevalece fazer o que ne.
 Fica totalmente o sentido de ser "LIVRE"...

by from

      Jonathan P.

Quem manda é o Rei.[editar código-fonte]

Infelizmente, Jonathan, a Wikipedia deixou de ser livre.

Por conta dos engraçadinhos que se julgam donos da verdade e consideram qualquer informação postada na Wikipedia como incorreta e sem baseamento, a página de Pains foi bloqueada!! Ninguém mais insere informação.

Concordo com vc!! O autoritarismo tae e quem manda é o Rei.

  • Não tem rei nenhum, somente trabalhamos com seriedade. É um enorme prazer combatermos esses vândalos! crespus2006 04h34min de 14 de Outubro de 2007 (UTC)


Como painense e apaixonada pela "minha cidade" fico triste ao ver como decisões arbitrárias prejudicam toda uma população!Registro aqui o meu protesto pelo BLOQUEIO da página do Município de Pains!

                                             Renata