Dryococelus australis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaLagosta-das-árvores
Dryococelus australis
Dryococelus australis
Estado de conservação
Espécie em perigo crítico
Em perigo crítico
Classificação científica
Domínio: Eukariota
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Phasmatodea
Família: Phasmatidae
Gênero: Dryococelus
Espécie: D. australis
Nome binomial
Dryococelus australis
(Montrouzier, 1855)[1]

Dryococelus australis, conhecido popularmente como lagosta-das-árvores, é uma espécie de bicho-pau endêmica da ilha Lord Howe e Pirâmide de Ball, localizadas no Mar de Tasman, na Austrália. Ela foi considerada extinta em 1920, após se predada por ratos-pretos, uma espécie invasora da ilha, e só foi redescoberta 80 anos depois, em 2001, com apenas 24 indivíduos restantes na época, sendo considera por isso uma das espécies de insetos mais raras do mundo. Hoje há mais de 1.000 indivíduos da espécie em zoológicos de vários países. [2].

Anatomia e comportamento[editar | editar código-fonte]

Um macho e uma fêmea da espécie D. australis.

Os exemplares adultos da lagosta-das-árvores podem chegar a medir até 15 centímetros[3] e a pesar até 25 gramas[2]; as fêmeas são maiores que os machos. Eles tem medidas largas e também tem patas robustas; não é estranho que nos machos a parte superior do par de patas inferiores sejam particularmente grossas. Diferentemente de muitos Phasmatodea, eles não tem asas, porém, por isso podem correr muito rapidamente.

Eles são insetos noturnos[2].

Referências

  1. «"Dryococelus australis" - IUCN Red List of Threatened Species». Consultado em 23 de fevereiro de 2016 
  2. a b c Denis Russo Burgierman. «Conheça a lagosta-das-árvores, um dos insetos mais raros e bizarros do mundo - Superinteressante». Consultado em 23 de fevereiro de 2016 
  3. Beth Mantle (23 de janeiro de 2013). «Australian endangered species: Lord Howe Island stick insect - TheConversation.com». TheConversation.com. Consultado em 23 de fevereiro de 2016