Ecomuseu de Santa Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ecomuseu Comunitário de Santa Cruz
Tipo Ecomuseu
Geografia
País  Brasil
Cidade Rio de Janeiro
Localidade Palacete Princesa Isabel

O Ecomuseu Comunitário de Santa Cruz é um ecomuseu situado no quarteirão histórico do Matadouro de Santa Cruz, no bairro carioca de Santa Cruz.

O mesmo foi criado por um movimento comunitário dos habitantes do bairro, em conjunto com o NOPH (Núcleo de Orientação e Pesquisa Histórica) e outras entidades locais, com o objetivo de promover o resgate da identidade cultural de Santa Cruz e o desenvolvimento de ações e projetos com e pela comunidade, tais como campanhas, exposições e ações pedagógicas na educação formal e não formal.

Busca, seguindo o conceito de ecomuseu, desenvolver o território que habita, a partir da valorização da história local e do patrimônio cultural.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • PRIOSTI, Odalice Miranda. Das Terras de Piracema ao Ecomuseu do Quarteirão: a resposta cultural de Santa Cruz. Monografia de Bacharelado. Rio de Janeiro, UNIRIO, Escola de Museologia: 1997
  • ROSA, Alvimar Rocha da et alii. In: Atas do II Encontro Internacional de Ecomuseus. NOPH/ MINOM/ ICOFOM LAM - Rio de Janeiro: 2000 (CD ROM).
  • SOUZA, Sinvaldo do Nascimento. Potencialidades da Zona Oeste: projeto sociocultural. In: Anais do I Encontro Internacional de Ecomuseus. Rio de Janeiro, Printel: 1992

Ligações externas[editar | editar código-fonte]