Eduardo Zamacois

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde dezembro de 2008). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
Eduardo Zamacois
Nascimento 17 de fevereiro de 1873
Pinar del Río, Cuba
Morte 31 de dezembro de 1971 (98 anos)
Buenos Aires, Argentina
Nacionalidade Espanha Espanhol
Ocupação Escritor
Assinatura
Firma de Eduardo Zamacois.svg

Eduardo Zamacois (Pinar del Río, 17 de fevereiro de 1873 - Buenos Aires, 31 de dezembro de 1971) foi um escritor espanhol.

Aos 19 anos, publicou seu primeiro livro, A Enferma. Depois, publicou várias obras sendo reconhecido como o primeiro a trazer da França e a cultivar a novela picaresca, a novela erótica artística, em cru realismo, ao qual ele acrescentou a psicologia, o decoro elegante, a força humana, a graça artística. De suas obras, citam-se: De Carne e Osso, Horas Cruéis, La Cita, A Loucura e a Morte, e outras.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • La enferma (1895)
  • Consuelo (1896)
  • Punto negro (1897)
  • Incesto, (1900)
  • El seductor (1902)
  • Memorias de una cortesana (1904)
  • Sobre el abismo (1905)
  • Las confesiones de un niño decente (1916)
  • Memorias de un vagón de ferrocarril (1925)
  • Las raíces (1934)
  • Los muertos vivos (1935)
  • El asedio de Madrid (1938)
  • Un hombre que se va.... (1964) (memórias)
  • Desde mi butaca
  • El teatro por dentro

Bibliografía[editar | editar código-fonte]

  • José Ignacio Cordero, La obra literaria de Eduardo Zamacois.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Eduardo Zamacois


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.