Eiji Tsuburaya

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eiji Tsuburaya
円谷 英二
Nome completo 円谷 英一 (Tsumuraya Eiichi?)
Nascimento 7 de julho de 1901
Sukagawa, Japão
Morte 25 de janeiro de 1970 (68 anos)
Ito, Japão
Nacionalidade Japão japonês
Ocupação Diretor
Período de atividade 1919-1969

Eiji Tsuburaya (円谷 英二, Tsuburaya Eiji?) (Eiichi Tsumuraya (円谷 英一, Tsumuraya Eiichi?); Sukagawa, 7 de julho de 1901 — Ito, 25 de janeiro de 1970) foi um diretor japonês, especializado em efeitos especiais, responsável por inúmeros filmes de ficção científica, incluindo filmes de Godzilla. Também é conhecido por ser o principal autor da série Ultraman.

Entre seus trabalhos como especialista de efeitos especiais incluem Godzilla vs. the Sea Monster (1966),[1] King Kong Escapes (1967) e Son of Godzilla (1967).[2]

Como diretor, participou em filmes como Ultra Q (1965), Ultraman (1966) e Ultraseven (1967).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Sugasawa, na prefeitura de Fukushima, e órfão desde pequeno, Tsuburaya foi uma criança que cresceu fascinada por aviação e modelismo. Ainda no colegial, desenvolveu interesse por fotografia e, aos 18 anos, começou a trabalhar como assistente de filmagem na Nippon Katsudou Shashin Kabushiki-kaisha, de Kyoto, depois conhecida como Nikkatsu. 

Embora a religião tradicional da família de Tsuburaya seja o Budismo de Nitiren, Tsuburaya foi convertido ao catolicismo romano em seus últimos anos (sua esposa já tinha sido uma católica praticante).[3]

Na primeira metade da década de 1920, trabalhou nos estúdios Shochiku, Ogasawara Productions e Kinegasa Film Union. E de auxiliar de filmagens, uma espécie de "faz-tudo", passou a ser cameraman em tempo integral. Inovador, criativo e curioso, Tsuburaya começou a sugerir melhorias nos processos de filmagem e edição de imagens nos filmes onde trabalhava, tentando repetir ou aperfeiçoar inovações que ele acompanhava no cinema norte-americano. Era particularmente fascinado pelo personagem King Kong, o clássico de 1933.[4]

Eiji casou-se aos 29 anos e seu primeiro filho foi Hajime Tsuburaya (talentoso diretor das primeiras séries), que por sua vez seria pai de Hiroshi Tsuburaya (o ator da série Sheider), todos já falecidos.

Na década de 1930, começou a desenvolver experiências arrojadas, usando câmeras montadas em trilhos, iluminação especial, sobreposição de imagens, fumaça para criar atmosferas específicas e muitas outras inovações. Começou a utilizar filmagens com projeção frontal ou por trás, o que permitia interagir atores com cenas filmadas em separado, criando qualquer tipo de trucagem realista com imagens combinadas. Maquetes detalhadas e cargas explosivas eram usadas com grande precisão.

Durante os anos da Segunda guerra sino-japonesa e logo depois a Segunda Guerra Mundial, dirigiu numerosos filmes de propaganda e foi encarregado dos efeitos especiais para toda a produção cinematográfica para o conjunto do escritório de propaganda, que havia sido criada pelo governo imperial.[5]

Colaborou com o diretor Ishirô Honda no épico de monstros Godzilla (1954), filme que se tornou sucesso internacional com o dinossauro mutante Gojira e se tornou uma série de 12 longa-metragens, produzidos ao longo de 50 anos, simbolizando um ícone da cultura japonesa

Depois do êxito internacional com seu longa, Godzilla (1954), ele comentou:

O talento de Tsuburaya o levou a ser diretor da empresa de efeitos especiais SFX, onde trabalhou em diversos filmes, entre eles The H-Man (1958), Densô ningen (1960), Mothra (1961), King Kong versus Godzilla (1962) e Matango (1963). Ao final de sua vida, abriu sua própria produtora, Tsuburaya Productions, onde criou o personagem Ultraman, conhecido em séries de TV e filmes na década de 60.[6]

Tsuburaya faleceu em 25 de janeiro de 1970, de um ataque do coração em Shizuoka, no Japão.[7]

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Em honra do 114º aniversário do seu nascimento, o Google fez um doodle animado da sua habilidade com efeitos especiais em 7 de julho de 2015.[8]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Efeitos Especiais[editar | editar código-fonte]

Cinematografia[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

  • Ultra Q (1965)
  • Ultraman (1966)
  • Full Length Monster Movie: Ultraman (1967)
  • Ultra Seven (1967)
  • Mighty Jack (1968)
  • Operation: Mystery! (1968)
  • Kyofu Gekijo Umbalance (1973)

Direção[editar | editar código-fonte]

  • Major Nango (1938)
  • Sekido Koete (1936)

Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

  • Kodo Nippon (1940) – (editor)
  • Ultra Q No Oyaji (1966) – (como ele mesmo)
  • Latitude Zero (1969) – (gerente de produção)

Referências

  1. a b Ragone, August (2007); Eiji Tsuburaya: Master of Monsters: Defending the Earth with Ultraman and Godzilla. San Francisco, Califórnia: Chronicle Books, pág. 145 Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "A" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  2. a b Ragone, August (2007); Eiji Tsuburaya: Master of Monsters: Defending the Earth with Ultraman and Godzilla. San Francisco, Califórnia: Chronicle Books, pág. 169 Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "B" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  3. Ragone, August (2007). Eiji Tsuburaya: Master of Monsters: Defending the Earth with Ultraman and Godzilla. San Francisco, Califórnia: Chronicle Books. ISBN 978-0-8118-6078-9.
  4. http://www.ebc.com.br/cultura/2015/07/diretor-de-efeitos-especiais-eiji-tsuburaya-faria-aniversario-neste-7-de-julho
  5. August Ragone (2007); Eiji Tsuburaya: Master of Monsters: Defending the Earth with Ultraman and Godzilla. Chronicle Books, San Francisco, Califórnia. ISBN 978-0-8118-6078-9
  6. http://www.ebc.com.br/cultura/2015/07/diretor-de-efeitos-especiais-eiji-tsuburaya-faria-aniversario-neste-7-de-julho
  7. http://www.teciber.com/tech/web/eiji-tsuburaya-e-homenageado-com-doodle-em-seu-114o-aniversario/
  8. «Eiji Tsubaraya, 'pai' de Ultraman e Godzilla, inspira doodle do Google». 7 de julho de 2015. Consultado em 8 de julho de 2015