Elmo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde setembro de 2013).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Elmo (desambiguação).

Elmo é uma proteção, utilizada no ambiente bélico, destinada a defender a cabeça do soldado. Faz parte do equipamento de guerra antiga e medieval, e se apresenta das mais variadas formas, mas sua função básica é sempre a proteção craniana. A parte que protegia a visão era designada de barbudas.

Eram, geralmente, feitos em couro, Bronze, ferro com bordas de malha, e protegiam a cabeça e o rosto dos guerreiros em combate.

Algumas variações do elmo são o Bacinete, Morrião, Gálea, o Capacete militar, etc.

Muitas histórias são baseadas nos elmos de grandes heróis. O hino nacional da Itália menciona o "elmo di Scipio" (elmo de Cipião Africano)[1]

Elmo também pode ser utilizado como nome próprio, e significa pessoa de caráter, inteligente, altruísta, protetora e bem vista pelos demais.[carece de fontes?]

Como derivativo do nome temos Anselmo, que indica uma pessoa de bem e capaz de vencer a sí mesma.[carece de fontes?]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O substantivo elmo deriva do vocábulo da língua gótica "hilms"[2]. Do antigo idioma Frísio "Khelmaz" e do idioma Frâncico "helms" (que significa Esconder/Encobrir).

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Site da Presidência da República Italiana, [1]
  2. Verbete "elmo" do dicionário Priberam
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.