Encontro Nacional de Mulheres Negras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O primeiro Encontro Nacional de Mulheres Negras (ENMN) no Brasil aconteceu a partir de 2 a 4 de dezembro de 1988, em Valença, Rio de Janeiro, com 450 mulheres de 17 estados brasileiros. [1] Este encontro surgiu em parte do desejo de maior solidariedade e estrutura organizacional entre as mulheres negras brasileiras, especialmente as mulheres fluminenses, que haviam organizado anteriormente o I Encontro Estadual de Mulheres Negras do Rio de Janeiro em 1987.[carece de fontes?]

Encontro[editar | editar código-fonte]

O Encontro Nacional desafiou alguns setores do movimento feminista e lideranças masculinas do movimento negro. O encontro ocorreu na cidade brasileira de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro . [2] Os participantes cariocas também estiveram no IX Encontro Feminista, em Garanhuns, onde alguns notaram que as preocupações raciais foram esquecidas nas discussões. [necessário esclarecer] De acordo com Sandra Bello, questões de classe e raça tiveram destaque proeminente. Muitas feministas não aceitaram a participação ativa das mulheres negras, incluindo sua discussão e representação de questões relativas às favelas; feministas brancas foram desafiadas nas reuniões estaduais sobre seu controle de "cotas de participação das mulheres negras nas reuniões".

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. Encontro Feminista Latino-Americano e do Caribe: Negros tempos para o feminismo. Centro Feminista de Estudos e Assessoria. 31 de Agosto de 2005. Recuperado em 19 de Fevereiro de 2020.

Referências

  1. «Encontro Feminista Latino-Americano e do Caribe: Negros tempos para o Feminismo» [Feminist Meeting of Latin America and the Caribbean: Black times for Feminism]. Centro Feminista de Estudos e Assessoria. 31 de agosto de 2005. Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  2. DA SILVA, Joselina (2014). I Encontro Nacional de Mulheres Negras: o pensamento das feministas negras na década de 1980, In: PEREIRA, A. M. (Org.); SILVA, J. (Org.). O Movimento de Mulheres Negras: escritos sobre os sentidos de democracia e justiça social no Brasil. 1 ed. Belo Horizonte: Editora Nandyala