Ernesto Alves de Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ernesto Alves de Paula ( Rio Pardo, abril de 1862Porto Alegre, agosto de 1891 ) foi um advogado, jornalista e político brasileiro.

Filho de Manuel Alves de Oliveira e de Rafaela Azambuja, em 1873 mudou-se para Porto Alegre para estudar no Colégio Gomes.[1] Formou-se em 1883, pela Faculdade de Direito de São Paulo, retornando ao Rio Grande do Sul.[1]

Republicano desde o tempo de colégio, foi membro do Partido Republicano Riograndense, deputado federal, diretor de A Federação e inspetor geral da Instrução Pública no Rio Grande do Sul.[2] Foi um dos fundadores do jornal A Federação, onde publicou artigos polemizadores, até 1889.[3] Após a Proclamação da República, foi eleito deputado a Constituinte de 1891.

Faleceu vítima de tuberculose, com 29 anos.[1] Era casado com Francisca Vieira, com quem teve um filho, Manuel Vieira Alves de Oliveira.[3]

Referências

  1. a b c PORTO-ALEGRE, Achylles. Homens Illustres do Rio Grande do Sul. Livraria Selbach, Porto Alegre, 1917.
  2. Dicionário de Estrela, José Alfredo Schierholt
  3. a b SPALDING, Walter. Construtores do Rio Grande. Livraria Sulina, Porto Alegre, 1969, 3 vol., 840pp.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.