Ertuğrul Osman V

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ertuğrul Osman V
Nascimento 18 de agosto de 1912
Istambul
Morte 23 de setembro de 2009 (97 anos)
Istambul
Sepultamento Istambul
Cidadania Estados Unidos, Turquia
Alma mater Institut d'Etudes Politiques de Paris
Religião Islã
Causa da morte Insuficiência renal

Ertugrul Osman V (Império Otomano, 12 de agosto de 1912 - Istambul, 23 de setembro de 2009) foi o chefe da dinastia Osmanli (que governou o Império Otomano de 1281 até 1923, quando a Turquia se tornou uma república). Foi neto de Abdulamide II, sultão de 1876 a 1909. Era conhecido como o Último Otomano.[1][2][3]

Em 1924, quando estudava em Viena, Áustria, recebeu a notícia que todos os membros da família do sultão foram enviados para o exílio. Não retornou à Turquia até à década de 1990, quando o governo da Turquia lhe concedeu a cidadania turca. Viveu em Manhattan desde a década de 1940. Tornou-se chefe da dinastia Osmanli em 1994.[1]

Ertuğrul Osman V morreu aos 97 anos. O ministério da cultura turca declarou que sua morte foi decorrente de ataque cardiaco. Sua esposa, que estava ao seu lado no momento da morte, confirmou a causa da morte. Osman V morreu em um hospital em Istambul, após passar uma semana internado.[1][3]

Referências

  1. a b c «'Last Ottoman' dies in Istanbul» (em inglês). 24 de setembro de 2009 
  2. Bernstein, Fred A. (26 de março de 2006). «Not Quite a Castle, but It's Home». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  3. a b Bernstein, Fred A. (24 de setembro de 2009). «Ertugrul Osman, Last Grandson of an Ottoman Emperor, Dead at 97». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
Wikinotícias
O Wikinotícias tem uma ou mais notícias relacionadas com este artigo: 'Último otomano' morre aos 97 anos