Escala de Pauling

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2015). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A escala de Pauling é uma escala construída empiricamente e largamente utilizada na Química, criada por Linus Pauling em 1932. Mede os valores de electronegatividade (atração que o átomo exerce sobre elétrons externos em ligações covalentes) dos elementos químicos. O elemento mais electronegativo é o Flúor, que recebeu o valor de 4,0; o menos electronegativo é o Frâncio, que recebeu o valor 0,7. Os outros elementos têm valores de electronegatividade intermediários.

Os elementos do segundo período da tabela periódica costumam ter valores arredondados na escala de Pauling:

  • Li: 1,0
  • Be: 1,5
  • B: 2,0
  • C: 2,5
  • N: 3,0
  • O: 3,5
  • F: 4,0

Ver também[editar | editar código-fonte]