Escola Romântica (xadrez)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Escola Italiana ou Escola de Modena, também conhecida como Escola Romântica de xadrez foi uma escola de pensamento enxadrístico do século XVIII baseada nos trabalhos de Ponziani, Lolli e Del Rio que viviam em Modena, na Itália.

A Escola Romântica inicia em 1820 com Evans e Adolf Anderssen.[1] Que acabou em 1866, quando Wilhelm Steinitz vence Anderssen em um match, impulsionando a Escola Moderna.[2]

A escola de pensamento preconizava o desenvolvimento das peças, sem se preocupar com elementos da estratégia como controle do centro e a estrutura de peões. Este jogo agressivo, de ataques rápidos e diretos ao rei adversário predominou até por volta de 1840. Uma outra característica do pensamento italiano foi a oposição das idéias da Escola de Philidor.

Ver também[editar | editar código-fonte]

A Wikipédia possui o
Portal de Enxadrismo


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • HOOPER, David e WYLD, Kenneth. The Oxford Companion to Chess. Londres: Oxford University Press. 359 páginas 
Ícone de esboço Este artigo sobre enxadrismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Soares Marques, Danilo (2009). Xadrez - Guia de Aberturas. [S.l.]: Clube de Autores. 10 páginas. Consultado em 17 de maio de 2016 
  2. Becker, Idel (1974). Manual do Xadrez. [S.l.]: NBL Editora. 262 páginas. ISBN 8521307586. Consultado em 17 de maio de 2016