Diferenças entre edições de "Francisco de Paula del Villar y Lozano"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
4 bytes adicionados ,  04h26min de 19 de janeiro de 2012
m
Checkwiki + ajustes
m (r2.6.4) (Bot: Modificando: en:Francisco de Paula del Villar y Lozano)
m (Checkwiki + ajustes)
[[ImagemFicheiro:Francisco del Villar.jpg|rightdireita|thumb|200px|Francisco de Paula del Villar y Lozano.]]
'''Francisco de Paula del Villar y Lozano''' ([[Múrcia]], [[1828]] – [[Barcelona]], [[1901]]) foi um [[arquitecto]] [[Espanha|espanhol]]. Estudou arquitectura em [[Madrid]], na [[Real Academia de Belas Artes de San Fernando|Academia de San Fernando]], concluindo o curso em [[1852]]. No ano seguinte venceu sem oposição a cátedra de Arquitectura Legal da Academia Provincial de Belas Artes de Barcelona na secção de Ensino de Mestres de Obras.
 
Em [[1854]] projectou uma série de hospitais de urgência para atender os enfermos da epidemia de [[cólera]]. Foi bibliotecário da Academia Provincial de Belas Artes, correspondente da de San Fernando, numerário da Real de Ciências e Artes de Barcelona, vogal da Comissão Provincial de Monumentos, presidente da Associação de Arquitectos e director da Escola Superior de Arquitectura.
 
Como arquitecto [[Diocese|diocesano]], cargo que desempenhou entre [[1874]] e [[1892]] e no qual lhe sucederia o seu filho [[Francisco de Paula del Villar y Carmona]], restaurou a igreja de [[Santa María del Pí]], Santa Maria de Vilafranca e a Casa da Misericórdia; foi autor de numerosas igrejas paroquiais e projectou a [[abside]] do [[Mosteiro de Montserrat]], contando como [[delineante]] com [[Antoni Gaudí]].
 
[[ImagemFicheiro:Sagrada Familia (Villar).jpg|leftesquerda|thumb|200px|Projecto neogótico de Francisco del Villar para o [[Templo Expiatório da Sagrada Família]].]]
Em [[1877]] recebeu a encomenda por parte da Associação de Devotos de São José de construir o [[Templo Expiatório da Sagrada Família]]. Villar concebeu um projecto [[neogótico]], do qual no entanto só construiu a [[cripta]]. Em [[1883]] abandonou o projecto por desavenças com [[Joan Martorell]], arquitecto assessor de [[Josep Maria Bocabella]], presidente da Associação de Devotos de São José e promotor do projecto. Ficando Martorell a comandar a obra, Villar y Lozano recusou a sua realização, recomendando Gaudí para o seu lugar. O projecto converter-se-ia na obra prima de Gaudí.
 
{{DEFAULTSORT:Villar yY Lozano, Francisco de Paula delDel}}
 
{{DEFAULTSORT:Villar y Lozano, Francisco de Paula del}}
[[Categoria:Arquitetos da Espanha]]
[[Categoria:Bibliotecários da Espanha]]
718 366

edições

Menu de navegação