Estêvão (filho de Mutímero)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Estêvão da Sérvia
Príncipe da Sérvia
Dinastia Blastímero
Pai Mutímero
Religião Ortodoxia oriental

Estêvão (em grego medieval: Στέφανος; romaniz.: Stéphanos; em sérvio: Стефан; romaniz.: Stefan), também conhecido como Estêvão Filho de Mutímero (em sérvio: Стефан Мутимировић; romaniz.: Stefan Mutimirović) foi um príncipe da Sérvia (cnezo) do século IX, filho do príncipe Mutímero (r. 850–891)

Vida[editar | editar código-fonte]

Estêvão era o filho mais novo do príncipe Mutímero (r. 850–891) e irmão de Brano e Pribéstlabo. É citado pela primeira vez na década de 860, após Mutímero repelir ataque do Bóris I (r. 852–889). Na ocasião, Vladimir, filho de Bóris, foi preso junto com 12 grandes boilados (altos dignitários) e ele e Estêvão foram oferecidos como reféns aos búlgaros para garantir-lhes passagem segura à fronteira da Ráscia. Parece que trocaram presentes e seus filhos e firmaram a paz[1] e os presentes dados por Bóris foram dois escravos, dois falcões, dois cachorros e 80 peles.[2] Em 892, Pribéstlabo (r. 891–892) foi derrubado por seu primo Pedro (r. 892–917) e Breno e seus irmãos foram exilados na Croácia.[3]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Fine, John Van Antwerp (1991). The Early Medieval Balkans: A Critical Survey from the Sixth to the Late Twelfth Century (em inglês). Ann Arbor, Michigan: University of Michigan Press. ISBN 0472081497 
  • Lilie, Ralph-Johannes; Ludwig, Claudia; Zielke, Beate et al. (2013). «#7088 #27207 Stephanos». Prosopographie der mittelbyzantinischen Zeit Online. Berlim-Brandenburgische Akademie der Wissenschaften: Nach Vorarbeiten F. Winkelmanns erstellt