Estêvão de la Garde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

D. Estêvão de la Garde (em francês: Étienne de la Garde) (La Garde ? - Avinhão, 19 de maio de 1361) foi um clérigo de origem francesa que ocupou sucessivamente as posições de bispo de Lisboa, bispo de Saintes e arcebispo de Arles.

Foi feito bispo de Lisboa pelo Papa Clemente VI quando se soube na Cúria, em Avinhão, que vagara a diocese de Lisboa, por morte do seu bispo, D. Vasco Martins, em 1344. Nunca veio a Portugal visitar a diocese em que se achava investido, antes governando-a por meio de vigários-gerais, até ter sido transferido para a diocese de Saintes, próxima a Bordéus, que governou até 1350, donde passou para o arcebispado de Arles, de 1351 até à sua morte.

Foi legado papal em Itália, nas regiões da Lombardia, da Romagna e ainda no Reino de Nápoles; em 1350, o papa Clemente VI nomeou-o cardeal-presbítero.


Precedido por
Vasco Martins
Brasão episcopal
Bispo de Lisboa

1344 - 1348
Sucedido por
Teobaldo de Castillon


Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.