Europarque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Apresentação Programa Norte 2020

O EUROPARQUE Cidade dos Eventos é um equipamento com mais de 20 anos de experiência no acolhimento e organização de eventos pluridisciplinares, essencialmente de âmbito corporativo, com capacidades e funcionalidades ímpares. Um Centro de Congressos à medida das necessidades de cada cliente e de cada evento, instalado numa área total de mais de 500 000 m2. Geograficamente localizado no eixo estruturante da A1 e da A29, a 20 minutos do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, o EUROPARQUE dispõe de comodidades como um heliporto, mais de 1400 lugares num Grande Auditório, 7200 m2 em Pavilhão, salas de congressos com capacidade para receber 10 000 pessoas em simultâneo e parqueamento automóvel com mais de 2000 lugares, são apenas alguns exemplos.

O EUROPARQUE é um espaço preferencial para atividades ao ar-livre, prática de desporto e lazer em família. Nos terrenos do Europarque pode encontrar-se em 2017 uma unidade hoteleira Ibis Porto Sul Europarque, do grupo Accor Hotels; Lenitudes – Medical Center & Research, um centro de excelência no cuidado médico oncológico, o Visionarium – Centro de Ciência do Europarque e encontram-se em fase de construção as novas instalações da Escola Global, uma reputada instituição de ensino a nível nacional “Do Berço à Universidade”.

Atualmente, e desde abril de 2015, o Europarque está sob a gestão da Feira Viva, empresa municipal de Santa Maria da Feira que opera, há mais de 15 anos, em grandes produções de eventos culturais (Viagem Medieval, Imaginarius, Semana Santa) e na gestão de parques temáticos (Perlim e Zoo de Lourosa – Parque Ornitológico) e equipamentos desportivos do território (Piscinas Municipais de Santa Maria da Feira, Lourosa e Fiães; Pavilhões Municipais)

O EUROPARQUE é um moderno centro de congressos localizado em Espargo, Santa Maria da Feira, 25 km a sul do Porto, em Portugal.

Foi construído em 1995 para ser um espaço amplo capaz de receber grandes congressos, jornadas, seminários, conferências, reuniões, feiras e workshops. Esta estrutura permite a realização de vários eventos em simultâneo, sem qualquer interferência entre si.

No Europarque têm lugar, também, grandes concertos, espectáculos musicais, bailado e outras manifestações culturais. Por aqui passaram, e continuam a passar, importantes nomes da música portuguesa -- Amália Rodrigues, Bernardo Sassetti, Carlos do Carmo, Dulce Pontes, Mário Laginha, Mariza, Pedro Burmester, Rodrigo Leão -- e internacional -- Dionne Warwick, José Carreras, Marillion, Martinho da Vila, Michael Nyman, Orquestra Sinfónica de Londres, Tony Bennett, entre muitos outros.

Após ser retirado à AEP pelo Estado Português por incumprimento financeiro, foi aprovada em 19 de fevereiro de 2015 em Conselho de Ministros a cedência do Europarque à Câmara Municipal de Santa Maria da Feira por um período de 50 anos.[1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]