Fab lab

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amsterdam Fab Lab at The Waag Society

Um fab lab (Laboratório de fabricação do inglês fabrication laboratory) é um pequena oficina oferecendo fabricação digital (pessoal).[1][2]

Um fab lab é geralmente equipado com um conjunto de ferramentas flexíveis controladas por computador que cobrem diversas escalas de tamanho e diversos materiais diferentes, com o objetivo de fazer "quase tudo".[3] Isso inclui produtos tecnológicos geralmente vistos como limitados apenas para produção em massa.

logomarca Fab Lab

Embora os fab labs ainda não compitam com a produção em massa e sua economia de escala associada na fabricação de produtos amplamente distribuídas, eles já demonstraram potencial para capacitar indivíduos a criar dispositivos inteligentes para si mesmos. Estes dispositivos podem ser adaptados às necessidades locais ou pessoal de maneiras que não são práticos ou econômicos usando a produção em massa.

Os fab labs são alinhados aos movimentos DIY - Faça você mesmo e o código aberto em hardware.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O programa Fab Lab iniciou como uma colaboração entre os grupos grassroots voltados à invenções e o Center for Bits and Atoms no laboratório de Media Lab no Instituto de Tecnologia de Massachusetts com a concessão da Fundação de Ciências Naturais (Washington, D.C.) em 2001.

Onde estão localizados[editar | editar código-fonte]

Os Fab Labs possuem uma plataforma online para indexação e organização de seus dados. Eles são encontrados através do site Falabs.io

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Menichinelli, Massimo. «Business Models for Fab Labs» 
  2. Troxler, Peter (2011). «Libraries of the Peer Production Era». In: van Abel, Bas; Evers, Lucas; Klaassen, Roel; Troxler, Peter. Open Design Now. Why Design Cannot Remain Exclusive. [S.l.]: Bis Publishers. ISBN 978-90-6369-259-9 
  3. Gershenfeld, Neil A. (2005). Fab: the coming revolution on your desktop—from personal computers to personal fabrication. New York: Basic Books. ISBN 0-465-02745-8