Federação Paulista de Beisebol e Softbol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Federação Paulista de Beisebol e Softbol (FPBS) é uma entidade regulamentadora da prática esportiva do beisebol e softbol, no estado de São Paulo.[1]

Em 24 de setembro de 1946, o período é marcado pela fundação da Federação Paulista de Beisebol e Softbol – FPBS, que começou a organizar competições oficiais no Brasil, inclusive com a incorporação de equipes de outros estados, principalmente do Paraná.

Entre 1950 e 1980, o período foi marcante para o beisebol no Brasil pela surgimento de equipes em vários estados do país, que atraíram a presença maciça de público nos eventos promovidos pelas entidades esportivas. Em 1958, em São Paulo–SP, com a presença da equipe universitária de Waseda e do príncipe Mikasa e sua esposa, vindos do Japão, era inaugurado o moderno estádio de beisebol do Bom Retiro, em comemoração aos 50 anos de imigração japonesa ao Brasil.

A vinda de técnicos cubanos, somada à fundação da Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol – CBBS, em 1990, reaquece as atividades desta modalidade que passa a competir, também, no nível internacional. Vários intercâmbios são estabelecidos com diversos países de forma que a participação dos esportistas do beisebol, nos eventos internacionais, torna-se mais ativa. O primeiro presidente eleito da CBBS, foi Jorge Otsuka.[2]

Galeria de presidentes[editar | editar código-fonte]

  • Olímpio da Silva e Sá (1947-1964) - jornalista e editor da Gazeta Esportiva
  • Issao Nishi (1965-1985) - Advogado
  • Akio Ito (1986-1987) - Administrador
  • Jorge Otsuka (1988-1990) até a fundação da Confederação em 1991) - Economista
  • Reimei Yoshioka (1991-1996) - Sociólogo e escritor
  • Luiz Simizi (1997-2002 morreu em maio de 2002) - Representante comercial
  • Olívio Heiji Sawasato (assumiu em 2003, cumpriu a gestão até 2008 e foi reeleito para mais um mandato até 2012 e a 2016) - Analista de sistema
    • Na vacância de Luiz Simizi, a federação foi presidida pelo 1º vice-presidente, o advogado Takayoshi Joaquim Tubone, de Presidente Prudente (de maio a dezembro de 2002)

Campeonatos[editar | editar código-fonte]

Campeonatos[editar | editar código-fonte]

A partir da década de 30 em diante, passaram a ser realizados torneios regionais de beisebol pelo Brasil afora. Na região Noroeste de São Paulo, onde ficava a Colônia Aliança, era organizado o Torneio de Beisebol da Noroeste; e na cidade de São Paulo, havia o Campeonato de Beisebol da Cidade de São Paulo.

O primeiro campeonato, aconteceu em 1936, época em que se registrou uma grande expansão dos japoneses no interior, foi realizado na cidade de São Paulo o Grande Torneio Nacional de Beisebol, com a participação de Bastos, Paraguaçu Paulista, São Paulo e Tietê. O time da Colônia Aliança, que ficou de fora da primeira edição do torneio, participou da segunda graças à adoção de um sistema de eliminatórias regionais que já eram defendidas desde antes. Da terceira edição em diante, o torneio passou a ser financiado pelo Jornal Nippak. Com a cobrança de ingressos, o torneio chegou até a sexta edição, realizada em 1941, ano que por causa da entrada do Japão na Segunda Guerra Mundial, as associações japonesas foram fechadas, fazendo deste o último campeonato e partida oficial de beisebol no pré-guerra.[3]

Entre os pioneiros clubes paulistas estão: Coopercotia, São Paulo, Anhanguera, Gigantes, Ipiranga, Piratas, Osasco, Kodama e União Assahi (Santo André), vindo depois o, Faísca, Ipiranga e Piratas (que jogava com uma autorização para usar o escudo do São Paulo Futebol Clube. No interior do estado, os pioneiros foram Aliança, Mirandópolis, Bastos, Oaraguaçu Paulista, Tietê, Araçatuba, Junqueirópolis, vindo depois Pacaembu, Pereira Barreto, Getulina e Tupã. No Paraná, a formação de clubes iniciou-se por Curitiba, onde se formaram várias equipes.[4]

Campeonato Brasileiro de Beisebol Interclubes Adulto[editar | editar código-fonte]

Ano Campeão Vice 3º lugar 4º lugar
1936 a 1938 - Iº ao IIIº campeonato
1946 a 1965 - IVº ao XIXº campeonato
1966 - XXº campeonato[5] Coopercotia Kanebo
1967 - XXIº campeonato
1968 - XXIIº campeonato[6] Howa Bastos Jales Sul Brasil
1969 - XXIIIº campeonato[7] Howa Sul Brasil Ibiúna Álvares Machado
1970 a 2002- XXIVº ao LVIº campeonatos
2003 - LVII (1º campeonato) Nippon Blue Jays
2004 - LVIII (2º campeonato) São Paulo Coopercotia
2005 - LIX (3º campeonato) São Paulo Sakura (Pres. Prudente) Nippon Blue Jays Coopercotia B
2006 - LX (4º campeonato) Atibaia Anhanguera Nippon Blue Jays Dourados
2007 - LXI (5º campeonato) Atibaia Nippon Blue Jays
2008 - LXII (6º campeonato) Nippon Blue Jays Dourados Guarulhos Mogi das Cruzes
2009 - LXIII (7º campeonato) Atibaia Sakura (Pres. Prudente) Londrina Nippon Blue Jays
2010 - LXIV (8º campeonato) Nippon Blue Jays Nippon Blue Jays B Londrina Lins
2011 - LXV (9º campeonato) Nippon Blue Jays Gecebes Anhanguera Atibaia
2012 - LXVI (10º campeonato) Atibaia São Paulo
2013 - LXVII (11º campeonato) Atibaia Marília
2014 - LXVIII (12º campeonato)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Predefinição:Federações estaduais de beisebol e softbol no Brasil