Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
  • Não tem imagens.
Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo
(FecomercioSP)
Fundação 30 de agosto de 1938
Tipo Setor Privado
Estado legal São Paulo
Propósito entidade sindical dos setores de comércio e serviços
Sede Rua Doutor Plínio Barreto, São Paulo
Filiação Sesc
Senac
Presidente Abram Szajman
Sítio oficial Oficial

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Congrega 138 sindicatos patronais e administra, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A Entidade representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes. Esse universo responde por cerca de 30% do PIB paulista – e quase 10% do PIB brasileiro – gerando em torno de 10 milhões de empregos. Sob a presidência de Abram Szajman, a Federação presta uma gama de serviços aos sindicatos filiados e ao público, tais como certificação digital, certificado de origem, plano de previdência, benefícios e serviços de saúde, além de outros serviços de natureza econômica e jurídica. A entidade também produz estudos e cartilhas[1] para informar a sociedade e os empresários do setor sobre questões jurídicas e econômicas. Mensalmente, 14 pesquisas são realizadas e divulgadas pela FecomercioSP com dados do universo do consumidor e dos comerciantes paulistas. A Federação é a principal representante do setor para a realização de negociações coletivas de trabalho, uma obrigação estabelecida constitucionalmente.

A FecomercioSP está sediada na Rua Dr. Plínio Barreto, nº 285, Edifício Abram Szajman, na cidade de São Paulo (SP).

História[editar | editar código-fonte]

A FecomercioSP - como entidade sindical de grau superior -, surgiu a partir da união de 17 sindicatos patronais, fundada em 30 de agosto de 1938 na capital paulista,[2] quando os comerciantes substituíam a mercadoria vendida a granel por produtos embalados e a tradicional caderneta de anotações pelo cheque e crediário.

No dia 13 de julho de 1946, foi eleito pelos associados da FecomercioSP o primeiro Conselho Regional do Senac São Paulo. A Administração Regional do Senac passou a funcionar na Rua Florêncio de Abreu, nº 305, em São Paulo.[3]

Feitos relevantes[editar | editar código-fonte]

Algumas pesquisas econômicas de relevância nacional são divulgadas mensalmente pela FecomercioSP. São indicadores sobre o universo do consumidor e de comerciantes paulistas. Dentre elas, a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC),[4] o Índice de Preços no Varejo (IPV), o Índice de Preços de Serviços (IPS),[5] a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV),[6] o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), a Intenção de Consumo das Famílias (ICF),[7] o Índice de Confiança do Consumidor (ICC), a Pesquisa de Emprego e Salário na Região Metropolitana de São Paulo (PESP),[8] e o Índice de Estoques.

Referências

  1. «FecomercioSP». FecomercioSP. Consultado em 31 de janeiro de 2017. 
  2. Rossi, Renato (5 de dezembro de 2008). «Fecomércio: 70 anos de luta». www.diariodocomercio.com.br. Diário do Comércio. Consultado em 31 de janeiro de 2017. 
  3. «Livro: Senac Sao Paulo 60 Anos - Abram Szajman e Outros». Estante Virtual. Estante Virtual. Consultado em 31 de janeiro de 2017. 
  4. «Endividamento das famílias paulistas cai para 45,7% em maio, diz Fecomercio». Estadão. 24 de maio de 2011. Consultado em 31 de janeiro de 2017.. Cópia arquivada em 25 de março de 2014 
  5. «FecomercioSP lança índice de inflação de serviços». Estadão. 24 de junho de 2013. Consultado em 31 de janeiro de 2017.. Cópia arquivada em 24 de março de 2014 
  6. «Faturamento do comércio cresce 2,7% em maio, aponta Fecomercio». G1. 14 de julho de 2011 
  7. «Fecomercio: intenção de consumo das famílias sobe 3,1%». G1. 7 de julho de 2011 
  8. «Emprego na Região Metropolitana de São Paulo cresceu 6,9% em janeiro». scvsaocarlos.com.br. SINCOMERCIO São Carlos. 15 de abril de 2011. Consultado em 31 de janeiro de 2017.. Cópia arquivada em 19 de julho de 2012