Filipina Carlota da Prússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Filipina Carlota
Princesa da Prússia
Retrato de Filipina Carlota
Duquesa de Brunsvique-Volfembutel
Reinado 2 de setembro de 173526 de março de 1780
Antecessor(a) Antónia Amália de Brunsvique-Volfembutel
Sucessor(a) Augusta da Grã-Bretanha
 
Cônjuge Carlos I, Duque de Brunsvique-Volfembutel
Descendência Carlos Guilherme Fernando, Duque de Brunsvique-Volfembutel
Jorge Francisco de Brunsvique-Volfembutel
Sofia Carolina de Brunsvique-Volfembutel
Cristiano Luís de Brunsvique-Volfembutel
Ana Amália de Brunsvique-Volfembutel
Frederico Augusto de Brunsvique-Volfembutel
Alberto Henrique de Brunsvique-Volfembutel
Luísa de Brunsvique-Volfembutel
Guilherme Adolfo de Brunsvique-Volfembutel
Isabel Cristina de Brunsvique-Volfembutel
Frederica de Brunsvique-Volfembutel
Augusta Doroteia de Brunsvique-Volfembutel
Maximiliano de Brunsvique-Volfembutel
Casa Hohenzollern (por nascimento)
Guelfo (por casamento)
Nascimento 13 de março de 1716
  Berliner Stadtschloss, Berlim, Alemanha
Morte 17 de fevereiro de 1801 (84 anos)
  Brunsvique, Alemanha
Pai Frederico Guilherme I da Prússia
Mãe Sofia Doroteia de Hanôver

Filipina Carlota da Prússia (13 de março de 171617 de fevereiro de 1801) foi uma filha do rei Frederico I da Prússia e da princesa Sofia Doroteia de Hanôver.

Família[editar | editar código-fonte]

Filipina foi a sétima dos quinze filhos do rei Frederico Guilherme I da Prússia e da princesa Sofia Doroteia de Hanôver. Entre os seus irmãos estava o rei Frederico II da Prússia e princesa Luísa Ulrica da Prússia, rainha da Suécia. Os seus avós paternos eram o rei Frederico I da Prússia e a princesa Sofia Carlota de Hanôver. Os seus avós maternos eram o rei Jorge I da Grã-Bretanha e a duquesa Sofia Doroteia de Brunsvique-Luneburgo.[1]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

No dia 2 de julho de 1733, Filipina Carlota casou-se com o duque Carlos I de Brunswick-Wolfenbüttel. Carlos herdou o ducado após a morte do pai em 1735. Juntos tiveram treze filhos:

  1. Carlos Guilherme Fernando, Duque de Brunsvique-Volfembutel (9 de outubro de 1735 - 10 de novembro de 1806); casado com a princesa Augusta da Grã-Bretanha; com descendência.
  2. Jorge Francisco de Brunsvique-Volfembutel (26 de setembro de 1736 - 10 de dezembro de 1737); morreu aos 14 meses de idade.
  3. Sofia Carolina de Brunsvique-Volfembutel (7 de outubro de 1737 - 22 de dezembro de 1817); casada com o marquês Frederico de Brandemburgo-Bayreuth
  4. Cristiano Luís de Brunsvique-Volfembutel (13 de novembro de 1738 - 12 de abril de 1742); morreu aos 3 anos de idade.
  5. Ana Amália de Brunsvique-Volfembutel (24 de outubro de 1739 - 10 de abril de 1807); casada com o duque Ernesto Augusto II de Saxe-Weimar-Eisenach; com descendência.
  6. Frederico Augusto de Brunsvique-Volfembutel (29 de outubro de 1740 - 8 de outubro de 1805); sem descendência.
  7. Alberto Henrique de Brunsvique-Volfembutel (26 de fevereiro de 1742 - 8 de agosto de 1761); morreu aos 21 anos; sem descendência.
  8. Luísa Frederica de Brunsvique-Volfembutel (18 de dezembro de 1743 - 22 de fevereiro de 1744), morreu aos 3 meses de idade
  9. Guilherme Adolfo de Brunsvique-Volfembutel (18 de maio de 1745 - 24 de agosto de 1770); sem descendência.
  10. Isabel Cristina de Brunsvique-Volfembutel (8 de novembro de 1746 - 18 de fevereiro de 1840) casada com o rei Frederico Guilherme II da Prússia; com descendência.
  11. Frederica de Brunsvique-Volfembutel (8 de abril de 1748 - 22 de janeiro de 1758); morreu aos 10 anos de idade.
  12. Augusta Doroteia de Brunsvique-Volfembutel (2 de outubro de 1749 - 10 de março de 1803); sem descendência.
  13. Maximiliano de Brunsvique-Volfembutel (10 de outubro de 1752 - 27 de abril de 1785); sem descendência.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A princesa na juventude

Filipina casou-se no mesmo dia em que o seu irmão Frederico se casou com a irmã do seu marido, numa cerimónia que levou a uma forte aliança entre os dois estados mais poderosos do norte da Alemanha: a Prússia e Brunswick.

Filipina Carlota era vista como subtil e muito educada. Aconselhada por Johann Friedrich Wilhelm Jerusalem, a princesa seguia muito de perto a vida intelectual alemã. Gostava do poeta Salomon Gessner e tinha uma amizade com Friedrich Gottlieb Klopstock. Quando morreu tinha já contribuido com quatro mil livros para a biblioteca de Wolfenbüttel.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Filipina Carlota da Prússia

Referências

  1. C. Arnold McNaughton, The Book of Kings: A Royal Genealogy, in 3 volumes (London, U.K.: Garnstone Press, 1973), volume 1, page 37.