FitoSERM

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

FitoSERM (fito = planta, SERM = modulador seletivo dos receptores de estrogênio) é o termo médico utilizado para descrever substâncias derivadas de plantas com atividade tipo SERM cientificamente comprovada,[1] de maneira similar a drogas sintéticas da mesma categoria.

Mecanismo de ação[editar | editar código-fonte]

Assim como os SERM, fitoSERMs agem seletivamente como agonistas ou antagonistas dos receptores de estrogênio, possibilitando a estimulação ou inibição de atividade tipo estrogênio em diferentes tipos de tecido corporal. A base molecular para a discriminação entre estrogênio endógenos e exógenos reside na variabilidade dos subtipos de receptores de estrogênio. Este mecanismo de ação dos fitoSERMs resulta em um perfil farmacológico mais seguro em comparação à terapia de reposição hormonal, visto que os tecidos são atingidos com maior precisão, reduzindo drasticamente os riscos de efeitos adversos.

Membros desta categoria[editar | editar código-fonte]

Femarelle (DT56a) – um fitoSERM usado para o tratamento de sintomas da menopausa e saúde óssea.[2]

Referências

  1. Boudes P, Bailly G (2000). «[Endocrinolgy of estrogens: some recent developments and future applications]». Therapie (em French). 55 (2): 237–47. PMID 10967695 
  2. Somjen D, Katzburg S, Knoll E; et al. (2007). «DT56a (Femarelle): a natural selective estrogen receptor modulator (SERM)». J. Steroid Biochem. Mol. Biol. 104 (3-5): 252–8. PMID 17428655. doi:10.1016/j.jsbmb.2007.03.004 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.