Foco (filho de Éaco)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Foco
Pais Éaco e Psâmate
Irmão(s) Peleu e Télamo
Filho(s) Panopeu e Crisus

Foco, na mitologia grega, foi um filho de Éaco. Sua mãe era uma nereida,[nota 1] irmã de Tétis.[1] Seus meio-irmãos, Peleu e Télamo, filhos do casamento de Éaco com Endeis,[1] filha de Sciron, para agradar sua mãe, planejaram assassinar Foco, de forma que parecesse um acidente: durante o pentatlo, Peleu fingiu errar, e atingiu Foco com uma pedra.[2] Peleu e Télamon foram exilados depois disso.[1]

Pausânias, ao descrever o mito da Fócida, diz que o nome deriva de Foco, filho de Ornitião.[3] Uma geração depois deste Foco, os filhos de Foco, filho de Éaco, se estabeleceram na região do Parnaso.[4]

À época de Pausânias (século II d.C.), o túmulo de Foco podia ser encontrado na ilha Egina, próximo de um templo a Éaco.[2]

Segundo Ásio de Samos, Foco teve dois filhos, Panopeu e Crisus; Panopeu foi o pai de Epeu, o construtor do Cavalo de Troia e Crisus foi o pai de Estrófio, pai de Pilades.[5]

Árvore genealógica (incompleta) baseada em Apolodoro:

Zeus
Egina
Éaco
Peleu
Télamo
Foco

Notas

  1. O nome da mãe de Foco, dado por outros autores, é Psâmate

Referências