Folhas de Outono

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Folhas de Outono
Autor(es) Bernardo Guimarães
Idioma Português
País Brasil Brasil
Lançamento 1883
Cronologia
O Pão de Ouro
Rozaura, a Enjeitada

Novas Poesias é um livro do escritor e poeta mineiro Bernardo Guimarães publicada em 1883. A obra contempla assuntos e temas diversos.[1]

Poesias[editar | editar código-fonte]

O livro foi organizado com a coletânea de poesias:[2]

  • Ode
  • Estrofes
  • Poesia
  • Hino ao 3º Batalhão de Voluntários
  • Flor sem nome
  • O vôo angélico
  • Poesia
  • Dous anjo

“ (…) O colo nunca vergamos,
Somos livres, somos bravos;
As hordas não temeremos
De verdugos e de escravos.

Ante o estandarte
Libertador
Trema o covarde
Salteador.
(…) ”

Hino dedicado ao 3º Batalhão de Voluntários que partiu de Ouro Preto para a Guerra do Paraguai.[2]
  • Não queiras morre
  • A Camões
  • Camões
  • Décimas
  • Estrofes
  • Uma lágrima
  • Epitalâmio
  • Fagundes Varela
  • À morte da inocente Maria
  • A sereia e o pescador
  • No álbum de Bernardo Horta
  • Hino à lei de 28 de setembro de 1871
  • Hino a Tiradentes
  • Saudades do Sertão de Minas
  • Saudação ao Imperador
  • Hino a S.M.I. o Sr. D. Pedro II
  • À moda
  • Hino à Preguiça
  • O Ipiranga e o 7 de Setembro

Referências

  1. «Prefácio de Folhas de Outono livro publicado em 1883». Paulo Lopes. Consultado em 9 de janeiro de 2015. 
  2. a b «Vida e Obra de Bernardo Guimarães, Folhas de Outono, livro publicado em 1883». Paulo Lopes. Consultado em 9 de janeiro de 2015. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.