Forças Armadas Chadianas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre as forças do governo central do Chade até 1979. Para as atuais forças armadas do Chade, veja Exército Nacional do Chade.

Forças Armadas Chadianas (em francês: Forces Armées Tchadiennes, FAT) foram o exército do governo central do Chade de 1960 a 1979, sob os presidentes sulistas François Tombalbaye e Félix Malloum, até a queda do último em 1979, quando o chefe da gendarmerie, Wadel Abdelkader Kamougué, assumiu o comando. Juntamente com as unidades da gendarmaria, as Forças Armadas Chadianas tornaram-se uma força regional representando principalmente o grupo étnico sara das cinco prefeituras do sul. Juntou-se às forças do Governo de União Nacional de Transição (GUNT) que lutam contra Hissène Habré e foi beneficiário da ajuda da Líbia. As Forças Armadas Chadianas começariam a se desintegrar em 1982 como resultado de derrotas infligidas pelas Forças Armadas do Norte de Habré (FAN). A maioria dos soldados restantes aceitou a integração na FAN ou retomou sua insurgência como codos.[1]

Referências

  1. Chad: A Country Study. APPENDIX B -- Chad PRINCIPAL ARMED FACTIONS, 1975-87. Este artigo incorpora o texto a partir desta fonte, que é de domínio público.