Francis Fox Tuckett

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
F. F. Tuckett

Francis Fox Tuckett (Bristol, 10 de fevereiro de 1834 — Bristol, 20 de junho de 1913) foi um dos principais alpinistas ingleses da chamada período de ouro do alpinismo na segunda metade do Século XIX. Foi vice-presidente do Clube alpino inglês e membro da Royal Geographical Society.

Grande alpinista que se calcula ter subido mais de 260 montanhas a atravessa mais de 687 colos de montanha, é descrito por Edward Whymper como um "enorme alpinista, cujo nome é conhecido ao longo e em largo nos Alpes" [1] e Geoffrey Winthrop Young qualificava a sua e son abordagem do alpinismo como "enciyclopédica" [2]

Ascensões[editar | editar código-fonte]

Hôtel Tuckett[editar | editar código-fonte]

Em 1862 tenta a ascensão da Barra dos Écrins acompanhado pelo guia de alta montanha Michel Croz e por Peter Perren, e passaram a noite ao abrigo de uma rocha num sérac do glacier Blanc. O local ficou a ser conhecido como Hôtel Tuckett, local onde se abrigavam os alpinistas antes de ser construído o Refúgio do Glaciar Branco em 1886, mesmo se o actual data de 1942.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • A Pioneer in the High Alps: Alpine Diaries and Letters of F. F. Tuckett, 1856–1874, édité par W. A. B. Coolidge, Londres, E. Arnold, 1920

Referências

  1. Edward Whymper, Scrambles amongst the Alps, 6th edition, London: John Murray, 1936
  2. Geoffrey Winthrop Young, Mountain Prophets, Alpine Journal, Vol. LIV