Leslie Stephen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leslie Stephen
Nascimento 28 de novembro de 1832
Londres
Morte 22 de fevereiro de 1904 (71 anos)
Kensington
Sepultamento Cemitério de Highgate
Cidadania Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda
Cônjuge Julia Prinsep Stephen
Filho(s) Virginia Woolf, Vanessa Bell
Alma mater Eton College, Trinity Hall, King's College de Londres
Ocupação jornalista, historiador, escritor, editor, crítico literário, biógrafo
Empregador Universidade de Cambridge

Leslie Stephen (Londres, 28 de novembro de 1832 - Londres, 22 de fevereiro de 1904) foi um professor, historiador, jornalista e alpinista britânico, mas é mais conhecido por ter tido com a sua segunda esposa, Julia Duckworth, o pai da escritora Virginia Woolf e da pintora Vanessa Bell.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Leslie Stephen estudou no Eton College e depois na Universidade de Cambridge onde mais tarde ensinou matemática. Historiador e jornalista, nomeadamente para o Alpine Journal, o jornal do Clube alpino inglês, clube de que fez parte a partir de 1857, altura em que descobriu os Alpes que considerava como o terreno de jogos da Europa, o título de uma das suas obras.

Entre 1865-1868 é primeiro vice-presidente e depois presidente do Alpine Club do qual foi co-fundador, e igualmente editor-chefe do Alpine Journal desse clube entre 1868 e 1871.

Alpinismo[editar | editar código-fonte]

Leslie Stephen foi o autor de algumas primeiras e mesmo do alpinismo invernal, e geralmente acompanhado pelo guia de montanha Melchior Anderegg :

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Peaks, passes and glaciers, 1862
  • The Playground of Europe (Le Terrain de jeu de l'Europe), 1871
  • The Science of Ethics, 1882
  • Essays on Free Thinking and Plain Speaking, 1873
  • An Agnostic's Apology, 1893
  • The History of English Thought in the Eighteenth Century, 1876
  • The Utilitarians, 1900
  • Biografias de; Samuel Johnson, Alexander Pope, Jonathan Swift, George Eliot e Thomas Hobbes.

Referências