Francisca Maria do Vale de Abreu e Melo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Armas da baronesa de São Mateus, que são as dos Nogueira da Gama.

Francisca Maria do Vale de Abreu e Melo, primeira e única baronesa de São Mateus (Matias Barbosa, 14 de maio de 1786 — Matias Barbosa, 16 de junho de 1881[1] [2] ) foi uma nobre brasileira.[3]

Era filha do coronel Manuel do Vale Amado e de Maria Cordélia de Abreu Melo. Casou-se com o coronel de milícias e fidalgo cavaleiro José Inácio Nogueira da Gama, irmão de Manuel Jacinto Nogueira da Gama, marquês de Baependi.[4]

Tempos depois do falecimento do marido, Maria Francisca, sua viúva e administradora da fazenda, foi agraciada, em 17 de julho de 1872, com o título de baronesa de São Mateus. Utilizou grande parte de sua fortuna em obras de caridade.

Descendentes[5] [editar | editar código-fonte]

Tiveram três filhos:

  • Nicolau Antônio Nogueira Vale da Gama, barão e visconde de Nogueira da Gama, fidalgo cavaleiro da casa imperial, gentil homem da imperial Câmara, autor de Genealogia de Famílias Mineiras e Minhas Memórias.
  • Rosa Mônica Nogueira Vale da Gama, que se casou com seu primo Brás Carneiro Nogueira da Costa e Gama, conde de Baependi.
  • Guilhermina Rosa Nogueira Vale da Gama Belens, casada com seu primo Braz Carneiro Belens, veador da casa imperial.

Referências

  1. [h t t p://mgt-mgtmarcio.blogspot.com.br/2007/07/famlia-nogueira-da-gama-manhuau-mg.html FAMÍLIA NOGUEIRA DA GAMA - MANHUAÇU - MG]
  2. GENEALOGIA MINEIRA
  3. Francisca Maria do Vale de Abreu e Melo, baronesa de São Mateus
  4. Genealogias da Zona do Carmo - Cap. II
  5. Genealogias da Zona do Carmo - Cap. II
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.