Francisco III Gonzaga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde março de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Francisco Gonzaga.
Francisco III Gonzaga
Duque de Mântua
Marquês de Monferrato
Retrato anónimo (Século XVI)
1540 - 1550
Antecessor(a) Frederico II Gonzaga
Sucessor(a) Guilherme Gonzaga
Catarina de Áustria
Descendência sem descendência
Dinastia Gonzaga
Nascimento 10 de março de 1533
  Coat of arms of the House of Gonzaga (1433).svg Mântua
Morte 22 de fevereiro de 1550 (16 anos)
  Coat of arms of the House of Gonzaga (1433).svg Mântua
Pai Frederico II Gonzaga
Mãe Margarida Paleóloga

Francisco III Gonzaga, em italiano Francesco III Gonzaga (10 de março de 153322 de fevereiro de 1550) foi Duque de Mântua e Marquês de Monferrato de 1540 até à sua morte.

Era o filho mais velho de Frederico II Gonzaga, Duque de Mântua e de sua mulher Margarida Paleóloga. Em 22 de outubro de 1549, casou com Catarina de Áustria, filha do imperador Fernando I.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Francisco III tinha apenas 7 anos quando o seu pai morreu mas, apesar disso, foi aclamado Duque de Mântua em 5 de julho de 1540, sob regência de sua mãe Margarida Paleólogo e dos tios paternos Hércules Gonzaga e Ferrante Gonzaga, que são nomeados seus tutores.

O imperador Carlos V, concede-lhe a investidura como monarca dos referidos territórios em 28 de junho de 1543, encontrando-se com o pequeno Francisco e sua mãe no castelo de Medole, na presença de Ferrante Gonzaga, governador de Milão, e do cardeal Hércules Gonzaga. Na mesma ocasião, foram acordadas as núpcias do pequeno duque com a sobrinha do imperador, Catarina de Áustria, filha de Fernando de Habsburgo.

As núpcias realizaram-se em 22 de outubro de 1549, logo após Francisco ter completado os dezasseis anos de idade. A vida em comum dos dois jovens esposos teve uma breve duração: um par de meses após a chegada a Mântua da consorte, o duque cai nas gélidas águas dum lago durante uma caçada, ficando com os pulmões seriamente afetados. Após um período em que parecia ter recuperado, o jovem duque tem uma recaída e morre. Foi sepultado na Basílica Palatina de Santa Barbara.[1]

Catarina regressa à Áustria e a sucessão ducal passa a Guilherme Gonzaga, irmão mais novo de Francisco, ainda sob a tutela da mãe e dos tios.

Ascendência[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «o panteão ducal». nobilta.blogspot.it 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Giuseppe Coniglio. I Gonzaga. Varese, Dall'Oglio, 1967.
  • Lorenzo Bignotti. La Zecca di Mantova e Casale (Gonzaga). Mantova, Grigoli, 1984

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Frederico II Gonzaga
Coat of arms of the House of Gonzaga (1433).svg
Duque de Mântua

1540 - 1550
Sucedido por
Guilherme I Gonzaga


Precedido por
Frederico II Gonzaga
Armoiries Montferrat.png
Marquês de Monferrato
( como Francisco I )

1540 — 1550
Sucedido por
Guilherme X Gonzaga
Ícone de esboço Este artigo sobre um nobre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.