Friedrich Pollock

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Friedrich Pollock
Nome nativo Friedrich Pollock
Nascimento 22 de maio de 1894
Freiburg im Breisgau
Morte 16 de dezembro de 1970 (76 anos)
Montagnola
Cidadania Alemanha
Alma mater Universidade de Frankfurt
Ocupação economista, filósofo, sociólogo
Empregador Universidade de Frankfurt
Movimento estético Escola de Frankfurt

Friedrich Pollock (Friburgo em Brisgóvia, 22 de maio de 1894Montagnola, Ticino, 16 de dezembro de 1970) foi um cientista social, filósofo e economista marxista alemão.

Membro da Escola de Frankfurt e cofundador do Instituto para Pesquisa Social de Frankfurt, Pollock elaborou a vertente económica do projeto da teoria crítica e ficou conhecido por seus estudos sobre o capitalismo de Estado.[1][2] Como outros membros do Instituto, foi obrigado a sair da Alemanha em 1933, tendo-se fixado em Nova Iorque. Regressou à Alemanha em 1950, para restabelecer o Instituto, tornando-se professor na Universidade de Frankfurt, atividade que exerceu até 1958.[3]

Em 1959, Pollock e Horkheimer mudaram-se para Montagnola, no cantão de Ticino, Suíça, embora Pollock mantivesse a posição de professor emérito da Universidade de Frankfurt até 1963.


Referências

  1. Pollock, Friedrich (1978). "State Capitalism: Its Possibilities and Limitations". In Arato, Andrew; Gephardt, Eike. The Essential Frankfurth School Reader. Blackwell. p. 71. ISBN 0826401945.
  2. Crises e transformações do capitalismo - o diagnóstico de época de Friedrich Pollock. Por Fernando Rugitsky. Cadernos de Filosofia Alemã: Crítica e Modernidade, vol. 22, nº 2 (2017).
  3. (em inglês) Dados biográficos de Pollock no site Marxist.org



Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) economista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.